A educação internacional e os resultados de cooperação Brasil-Alemanha na Unicentro

  • Margarida Gandara Rauen
  • Afonso Figueiredo Filho

Resumo

A silenciosa revolução da educação internacional demanda reformas que afetam todos os níveis da educação. No Brasil, enquanto enviamos nossos bolsistas ao exterior, também nos deparamos com os enormes desafios da oferta de educação pública “em casa.” A avaliação da mobilidade internacional, portanto, muito além de qualquer rotina, implica o aspecto ético de sua relevância social, principalmente quanto ao desenvolvimento de ações de cooperação e o seu impacto nos cursos de graduação e pós-graduação.  Nos estágios iniciais de internacionalização, o estabelecimento de parcerias internacionais por meio de projetos de pesquisa e mobilidade é uma estratégia eficiente, mas nem todo programa proporciona ações de cooperação.  Neste trabalho, consideramos os resultados de uma abordagem construtivista na internacionalização do Curso de Engenharia Florestal da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO) com o apoio das agências governamentais CAPES (Brasil) e DAAD (Alemanha).
Publicado
Nov 11, 2016
Como Citar
RAUEN, Margarida Gandara; FIGUEIREDO FILHO, Afonso. A educação internacional e os resultados de cooperação Brasil-Alemanha na Unicentro. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, [S.l.], v. 21, n. 3, nov. 2016. ISSN 1982-5765. Disponível em: <http://periodicos.uniso.br/index.php/avaliacao/article/view/2766>. Acesso em: 29 abr. 2017.
Seção
Artigos