• €CO$ - Revista de Estudos em Economia
    v. 5 n. 1 (2015)

    A CO$: Revista de Estudos em Economia é uma publicação anual do Curso de Ciências Econômicas da Universidade de Sorocaba. O objetivo é a divulgação da produção técnico-científica de alunos de graduação em Ciências Econômicas, ex-alunos e professores da Universidade de Sorocaba.

  • v. 1 n. 1 (2011)

    A Revista €co$ nasceu para publicar a produção técnico-científica de alunos de graduação em Ciências Econômicas, ex-alunos e professores da Universidade de Sorocaba. Deseja-se que as ideias e recomendações apresentadas em artigos científicos possam socializar-se e estimular nos nossos alunos, o desenvolvimento de habilidades associadas com a argumentação, comunicação e reflexão, além do gosto pela leitura e pesquisa. A página da Revista €co$ http://periodicos.uniso.br/index.php/ecospermite fazer o download do artigo, esclarece o processo de submissão de novos artigos e a formatação em Diretrizes para Autores.

    Trata-se também de uma ação promovida pelo Curso de Ciências Econômicas com o objetivo geral de promover a melhoria da qualidade do ensino. Outras ações, como a alteração da grade curricular e a disponibilidade de um laboratório (www.uniso.br/lcsa) vão na mesma direção.

    A nossa meta é conseguir o ISSN - Número Internacional Normalizado para Publicações Seriadas (International Standard Serial Number) já para os próximos números. Antes, porém, é preciso publicar o primeiro número que, acreditamos, auxiliará o debate entre nossos alunos e professores. Neste primeiro número são publicados quatro artigos originários do Trabalho de Conclusão de Curso – TCC de alunos do Curso de Ciências Econômicas e seus professores-orientadores.

    O primeiro artigo trata da industrialização do município de Sorocaba-SP e se propõe esclarecer os determinantes do processo de concentração industrial entre os anos de 1991 e 2007. O segundo aborda o comércio eletrônico (e-commerce) e destaca que a sua recente expansão está fortemente apoiada na inovação tecnológica, especialmente associada com investimentos em Tecnologia da Informação. O terceiro artigo foca o setor automobilístico brasileiro e aponta algumas das principais estratégias competitivas adotadas pelas montadoras a partir dos anos 90. Finalmente, o quarto artigo trata do spread bancário no Brasil e mostra que é o mais alto do mundo, principalmente por conta da definição e do emprego da política econômica.

1 a 5 de 5 itens