Aspectos do processo de institucionalização dos Institutos Federais de Ciência e Tecnologia

  • Jefferson Carriello do Carmo

Resumo

O objetivo do texto é averiguar, por meio da abordagem histórico-documental explanatória, o processo de institucionalização do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFET, a partir dos anos de 1990, período de grandes mudanças na política, na economia e nas formas de produção e trabalho. Verificou-se no campo educacional que as ações de sua institucionalização ocorreram como política de Estado, norteada por economias industriais e novas formas de organização do trabalho. Seu desenvolvimento tinha como centralidade as demandas sociais locais e regionais. Sua expansão teve como meta a ampliação da economia local e regional vindo a potencializar o processo de sua institucionalização, cuja centralidade estava na formação profissional na dimensão ontológica do trabalho.

Publicado
Nov 25, 2016
Como Citar
CARMO, Jefferson Carriello do. Aspectos do processo de institucionalização dos Institutos Federais de Ciência e Tecnologia. Quaestio: revista de estudos em educação, [S.l.], v. 18, n. 3, p. p. 635-651, nov. 2016. ISSN 2177-5796. Disponível em: <http://periodicos.uniso.br/index.php/quaestio/article/view/2844>. Acesso em: 27 abr. 2017.
Seção
Dossiê - História da Educação: instituições e processos de escolarização

Palavras-chave

Instituição escolar. História da educação. Educação profissional.