O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista.
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word.
  • URLs para as referências foram informadas.
  • As imagens devem ser apresentadas em alta resolução (300 dpi - .jpg ou .tif) com largura mínima de 10 cm (altura proporcional).
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em "Diretrizes para Autores", na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores


NORMAS PARA SUBMISSÃO DE ORIGINAIS


Os trabalhos deverão ser redigidos dentro do "Template para Submissão de Artigos", disponibilizados no cabeçalho da revista, em português ou em outro idioma, devendo vir acompanhados de título, resumo e palavras-chave, no idioma do texto e em inglês. Os autores devem informar, no final do trabalho, a qual instituição está vinculado, – nome da instituição por extenso – sigla da instituição – cidade – sigla do estado – país – e-mail.


Ex: Universidade de Sorocaba - Uniso. Sorocaba | SP | Brasil. E-mail: reu@uniso.br


ATENÇÃO: os originais enviados sem esses dados, inclusive e-mails, serão descartados.


Apresentação. O texto deve ser redigido em Word, corpo 12, fonte Times New Roman, espaçamento 1,5.  Os artigos devem ter 35.000 caracteres (sem espaços), no máximo; as resenhas até 6.000 caracteres (sem espaços); dissertações e teses (em forma de resumo expandido, com quatro itens (sem numeração): introdução, objetivos, metodologia e resultados, perfazendo não mais que 4000 caracteres – sem espaços).


Estrutura. Obedecer à seguinte seqüência: título; nome(s) do(s) autor(es) seguido(s) de nota de rodapé conforme indicação acima; resumo (com o máximo de 200 palavras); palavras-chave (com até 5 palavras); texto; título em inglês; abstract e keywords; referências  (somente obras citadas no texto).


Qualquer menção ou citação de autor ou obra no corpo do texto, remetendo às referências,  deve aparecer com o ano de publicação e a página, inclusive as epígrafes.


Usar negrito para ênfase e itálico para palavras em língua estrangeira. Títulos de obras devem aparecer em itálico, letra maiúscula apenas no início da primeira palavra  (ex: Caminhos da semiótica literária), e capítulos, contos, ou partes de uma obra devem ser apresentados entre aspas.


Referências. Devem ser dispostas em ordem alfabética pelo último sobrenome do primeiro autor e seguir a NBR 6023 da ABNT.


Livro
SILVA, I. A. Figurativização e metamorfose: o mito de Narciso. São Paulo: Ed. UNESP, 1995.


Capítulo de livro
MANN, T. A morte em Veneza. In: CARPEAUX, O. M. (Org.) Novelas alemãs. São Paulo: Cultrix, 1963. p. 113-119.


Dissertação e tese
PASCOLATI, S. A. V. Faces de Antígona: leituras e (re)escrituras do mito. 2005. 290 f. Tese (Doutorado) - Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2005.


Artigo de periódico
GOBBI, M. V. Z. Relações entre ficção e história: uma breve revisão teórica. Itinerários, Araraquara, v. 12, n. 22, p. 37-57, 2004.


Artigo de jornal
GRINBAUM, R. Crise no país divide opinião de bancos. Folha de S. Paulo, São Paulo, 27 mar. 2001. Dinheiro, p. 3.


Trabalho publicado em anais
PINTO, M. C. Q. de M. Apollinaire: permanência e transformação. In: XI ENCONTRO NACIONAL DA ANPOLL, 1996, João Pessoa. Anais... João Pessoa: ANPOLL, 1966. p. 216-218.


Publicação On-line - INTERNET
TAVES, R. F. Ministério corta pagamento de 46,5 mil professores. O Globo, Rio de Janeiro, 19 maio 1998. Disponível em: < http://www.oglobo.com.br/>. Acesso em: 19 maio 1998.


Citação no texto. O autor deve ser citado entre parênteses pelo sobrenome, separado por vírgula da data de publicação (CANDIDO, 1999). Se o nome do autor estiver citado no texto, indica-se apenas a data entre parênteses: Candido  (1999) assinala... Quando for necessário especificar página(s), esta(s) deverá(ão) seguir a data, separada(s) por vírgula e precedida(s) de p. (CANDIDO, 1999, p. 543). As citações de diversas obras de um mesmo autor, publicadas no mesmo ano, devem ser discriminadas por letras minúsculas após a data, sem espacejamento (CANDIDO, 1999a) (CANDIDO, 1999b). Quando a obra tiver até três autores, indicam-se todos eles, separando os sobrenomes por ponto e vírgula (LEENHARDT; PESAVENTO, 1998), e quando tiver mais de três, indica-se o primeiro seguido de et al. (GILLE et al., 1960).


Citações de até 3 linhas vêm entre aspas, seguidas do nome do autor, data e página. Com mais de 3 linhas, vêm com recuo de 4 cm na margem esquerda, corpo menor (fonte 11) e sem aspas, também seguidas do nome do autor, data e página. As citações em língua estrangeira devem vir em itálico.


Citação direta com mais de três linhas
Paul Valéry  (1991, p. 208) concorda com a definição de Mallarmé, mas lhe faz uma ressalva:


[...] esses discursos tão diferentes dos discursos comuns, os versos, extravagantemente ordenados, que não atendem a qualquer necessidade, a não ser às necessidades que devem ser criadas por eles mesmos; que sempre falam apenas de coisas ausentes, ou de coisas profunda e secretamente sentidas; estranhos discursos, que parecem feitos por outro personagem que não aquele que os diz, e dirige-se a outro que não aquele que os escuta. Em suma, é uma linguagem dentro de uma linguagem.


Citação direta com três linhas ou menos
É de Manuel Bandeira  (1975, p. 39) o seguinte comentário: “[...] a poesia está nas palavras, se faz com palavras e não com idéias e sentimentos, muito embora, bem entendido, seja pela força do sentimento ou pela tensão do espírito que acodem ao poeta as combinações de palavras onde há carga de poesia."


Citação indireta
Tem-se na paródia, como afirma Linda Hutcheon (1985, p. 21), a manifestação textualizada da auto-referência, do nível metadiscursivo da criação literária.


Citação de vários autores
Não me estenderei sobre esse assunto, por considerá-lo devidamente discutido pelos marxistas clássicos (MARX, 1983; LENIN, 1977a; LUXEMBURG, 1978).


Citação de várias obras do mesmo autor
Há nele uma diversidade de formas de trabalho; mas em geral subsumidas no capital, e não externas a ele e que resistem à sua expansão, consoante desejam certos partidários do campesinato, cujo exemplo maior é Martins (1979, 1980, 1984, 1986).


Citação de citação
Para Vianna (1986, p. 172 apud SEGATTO, 1995, p. 214), "[...] a política do PCB acabou por imprimir uma conotação progressista na natureza congenitamente autoritária do estado brasileiro."


Notas. Reduzidas ao mínimo e colocadas no pé de página; as remissões para o rodapé devem ser feitas por números, na entrelinha superior.


Anexos e apêndices: Só quando absolutamente necessários.


Tabelas: Numeradas consecutivamente com algarismos arábicos e com títulos.


Figuras: As figuras, mesmo incluídas no texto, devem ser apresentadas à parte em arquivo-imagem, nos formatos: .bmp, .gif, .ipg, .jpg, .cdr, .pcx, ou .tiff.


Recomenda-se examinar os números da Revista disponíveis on line.



ATENÇÃO: a desconsideração das normas implicará a não-publicação do trabalho. Os artigos recusados não serão desenvolvidos ao(s) autor(es).