UNIVERSIDADE, CIDADE E LIBERDADE NO SÉCULO XIII: UMA PERSPECTIVA DE ANÁLISE NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO

Autores

  • Terezinha Oliveira

Resumo

Nosso objetivo é refletir sobre a relevância da História e da História da Educação na construção do sentimento e do ideal de liberdade. Urdiremos os fios que construirão o texto recuperando documentos medievais do século XIII. Trata-se de duas Cartas sobre a Universidade de Paris e uma referente à libertação de uma Comuna. Retomaremos, também, textos de Tomás de Aquino, pois em consonância com as questões de seu tempo debateu sobre a importância do desenvolvimento intelectivo para a vida em comunidade. A história evidencia que a liberdade não se conquista somente por meio das instituições, pois ainda que o homem viva sob a égide de instituições democráticas, só terá, de fato, liberdade quando detiver o conhecimento necessário para nortear suas ações, em vista de seus interesses particulares e em consonância com os interesses públicos. Por fim, observamos que nosso caminhar teórico segue a linha da história social, uma vez que nela encontramos a possibilidade de aliar a história, a memória e o filosofar para construir um conhecimento no qual o todo do ser humano - o material e o mental - é conservado.

Como Citar

Oliveira, T. (1). UNIVERSIDADE, CIDADE E LIBERDADE NO SÉCULO XIII: UMA PERSPECTIVA DE ANÁLISE NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. Avaliação: Revista Da Avaliação Da Educação Superior, 18(2). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/1580

Edição

Seção

Artigos