Contribuições e limitações do estágio pedagógico voluntário (EPV) para a formação de professores do curso de administração

Palavras-chave: Estágio pedagógico voluntário, Formação de professores, Práticas pedagógicas

Resumo

Este estudo apresenta uma reflexão sobre a formação de professores da Graduação em Administração da Universidade Estadual do Centro-Oeste, no estado do Paraná. Sabe-se que a educação é influenciada por diversas mudanças que estão ocorrendo, exigindo do professor universitário o desenvolvimento ou aperfeiçoamento de novas técnicas e competências didático-pedagógicos. Nesse sentido, o objetivo principal deste estudo consiste em analisar as contribuições e limitações do Estágio Pedagógico Voluntário para a formação de professores no ensino superior dos egressos do curso de Bacharelado em Administração. O método de pesquisa utilizado foi estudo de caso único, pesquisa descritiva, com ênfase na pesquisa qualitativa; a coleta de dados foi realizada por meio de pesquisa documental e entrevista individual com ex-estagiários do programa EPV. Os resultados apontaram que o EPV contribui para o aprofundamento do conhecimento e aplicação dos conteúdos, possibilitando uma visão geral do aprendizado e da experiência como professor na sala de aula; no entanto, as limitações do EPV estão intimamente relacionadas com a própria falta de reflexões dessa prática educativa e a falta da concepção pedagógica do papel do educador. Conclui-se que o EPV, apesar de ser um programa que contribui para o desenvolvimento técnico dos egressos de Administração, apresenta ainda limitações voltadas para a formação didática e pedagógica.

Publicado
2019-01-09
Como Citar
Sierdovski, M., Stefano, S. R., Zampier, M. A., & Campos, E. A. R. de. (2019). Contribuições e limitações do estágio pedagógico voluntário (EPV) para a formação de professores do curso de administração. Avaliação: Revista Da Avaliação Da Educação Superior, 23(2). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/3488
Seção
Artigos