Conhecer, acreditar e participar?

A avaliação institucional na percepção dos discentes

Palavras-chave: Avaliação institucional., Gestão das IES, Percepção dos discentes.

Resumo

O artigo tem por objetivo identificar qual a percepção dos discentes do curso de Administração da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) sobre a avaliação institucional. Visando atingir o objetivo proposto, optou-se por realizar um estudo quantitativo de cunho descritivo, através de uma survey. A amostra do presente estudo se caracteriza como não-probabilística, por conveniência e intencional. Foram aplicados 318 questionários para os discentes de administração dos campus de Santa Maria e Palmeira das Missões. O questionário utilizado para a coleta de dados foi dividido em três partes: a primeira busca identificar aspectos da percepção dos discentes quanto a avaliação institucional. Na segunda objetiva-se apurar a opinião do respondente sobre o impacto, interesse, participação e divulgação da avaliação institucional. Na última parte tem-se as questões de perfil dos respondentes. Para a análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva, Teste t, análise fatorial e regressão logit. Os principais resultados indicam que os alunos acreditam ter a agregar, possuem interesse em responder as avaliações institucionais, porém, a maioria desconhece o período de realização da pesquisa e afirmam não saber onde encontrar o questionário. Os discentes com formação em escolas públicas têm maior conhecimento sobre a divulgação da avaliação institucional. Por outro lado, alunos que não participam de atividades extraclasse, tem uma maior percepção sobre o impacto da avaliação institucional na gestão da universidade e apresentam maior interesse em participar da pesquisa.

Referências

ANDRIOLA, W. B.; SOUZA, L. A. Representações sociais dos gestores e dos técnicos das unidades acadêmicas da Universidade Federal do Ceará (UFC) acerca da autoavaliação institucional. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 15, n. 2, p. 45-72, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-40772010000200003&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 18 out. 2018.

ARCHER, L. K.; LEMESHOW, S.; HOSMER, D. W. Goodness-fit for logistic models when data are collected using a complex sampling design. Computacional Statistics & Data Analysis The Hague, Texas, v. 51, n. 9, p. 4450-4464, 2007.

BAKER, M. J. Selecting a research methodology. The Marketing Review, Aberdeen, n. 1, p. 373-397, 2001.

BASTOS, I. D.; SILVA, R. Autoavaliação institucional como ferramenta de gestão estratégica universitária: estudo de uma instituição de ensino superior pública municipal do sul do Brasil. In: SIMPÓSIO AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO, 3., 2017, Florianópolis. Anais Avalies. Florianópolis, SC, Brasil, 2017.

BARRETTO, C. A autoavaliação institucional e seus impactos: o caso da faculdade ESUDA. REVISTA HUM@ NAE, Recife, v. 12, n. 1, 2018.

BASTOS, C. C. B. C.; ROVARIS, N. A. Z. A relevância do processo de autoavaliação institucional da universidade tecnológica para a configuração do bom professor. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 21, n. 3, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-40772016000300767&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 18 out. 2018.

CARVALHO, H. A.; DE OLIVEIRA, O. S.; DE LIMA, I. A. Avaliação Institucional em uma universidade pública brasileira multicâmpus. Avaliação, Capinas; Sorocaba, v. 23, n. 1, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1414-40772018000100217&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 18 out. 2018.

ESPÍRITO SANTO, E.; TRAVASSOS, X. L.; CARIBÉ, S. O. Análise do nível de implantação do processo de autoavaliação nas faculdades privadas de Salvador, Bahia. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 21, n. 1, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-40772016000100153&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 18 out. 2018.

FABRIZIO, S. B. et al. Avaliação da educação superior: uma análise do processo de avaliação de uma unidade descentralizada da UFSM. In: SIMPÓSIO DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, 2015, Porto Alegre. Anais [...]. Porto Alegre, RS, Brasil, 2015.

FÉLIX, G. T.; FURTADO, D. B. V. Autoavaliação institucional e (in) cultura de participação na universidade. Holos, Natal, v. 1, p. 69-80, 2016.

FERREIRA, P. V. Avaliação Institucional como instrumento de gestão e planejamento estratégico. Revista Formadores: vivências e estudos, Cachoeira-BA, v. 7 n. 3, p. 45-62, nov. 2014.

FIELD, A. Discovering statistics using SPSS. 3. rd. London: Sage Publications, 2009.

GALDINO, M. N. D. A Autoavaliação institucional no ensino superior como instrumento de gestão. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO 25., 2011, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: ANPAE, 2011.

KONZEN, L. Z.; ADAMS, E. Autoavaliação institucional: um estudo sobre a análise de dados da autoavaliação em perspectiva diacrônica. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 21, n. 3, p. 783-798, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-40772016000300783. Acesso em: 18 out. 2018.

LATIF, S. A. A análise fatorial auxiliando a resolução de um problema real de pesquisa de marketing. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, n. 2, p. 20, 1994.

LEITE, Denise B. C. Inovação como fator de revitalização do ensinar e do aprender na Universidade – o caso da avaliação institucional – estudo desenvolvido por grupos interinstitucionais de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2000.

LINS, J. M. O. et al. Avaliação institucional: estudo de caso em uma IES particular no Brasil. Espacios, Caracas, v. 38, p. 20, 2017.

MABA; E. G.; MARINHO, S. V. A Autoavaliação institucional no processo de tomada de decisão em IES: estudo de caso das Faculdades SENAC/SC. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 17, n. 2, p. 455-480, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1414-40772012000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 18 out. 2018.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

MARBACK NETO, G. Avaliação: instrumento de gestão universitária. Vila Velha, ES: Hoper, 2007.

MARTINS, J. C.; RIBEIRO, J. L. L. S. A participação dos servidores técnico-administrativos na avaliação institucional: o que dizem os relatórios autoavaliação institucional. Avaliação Campinas; Sorocaba, v. 23, n. 2, p. 509-530, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-40772018000200509&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 18 out. 2018.

MAZZURANA, J. E. J.; JUNG, C. F. Um modelo aplicado à melhoria dos processos de planejamento estratégico e autoavaliação em instituições de ensino superior privadas. COLÓQUIO: Revista do Desenvolvimento Regional, Taquara, RS, v. 11, n. 1, jan./jun. 2014.

NUNES, E. B. L. L. P.; DUARTE, M. M. S. L. T.; PEREIRA, I. C. A. Planejamento e avaliação institucional: um indicador do instrumento de avaliação do SINAES. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 22, n. 2, p. 373-384, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-40772017000200373&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 18 out. 2018.

PAIVA, L. D. C.; SOUZA, N. M. P. Perspectivas da autoavaliação institucional na universidade. Novo Enfoque, Rio de Janeiro, v. 13, n. 13, p. 132- 141, 2011.

PALITOT, M. D.; SANTOS, C. P.; BRITO, L. V. Avaliação do ensino superior: a construção da cultura avaliativa na Universidade Federal da Paraíba. MPGOA, João Pessoa, v. 4, n. 2, p. 2-10, 2015.

PINTO, R. S. et al. Meta-avaliação: uma década do processo de avaliação institucional do SINAES. f. 269. Tese (Doutorado em Administração) – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2015.

ROSSÉS, G. F. et al. O processo de autoavaliação institucional: o caso do colégio politécnico da Universidade Federal de Santa Maria. In: SIMPÓSIO AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO, 3., 2017, Florianópolis. Anais Avalies. Florianópolis, SC, Brasil, 2017.

SILVA, C. M. Avaliação do ensino superior: entre a teoria e a prática. FaSCi-Tech, São Caetano do Sul, v. 1, n. 4, 2011.
Publicado
2019-12-06
Como Citar
Vieira, K. M., Kreutz, R. R., & Costa, F. N. V. (2019). Conhecer, acreditar e participar? A avaliação institucional na percepção dos discentes. Avaliação: Revista Da Avaliação Da Educação Superior, 24(3). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/3792
Seção
Artigos