Acesso e permanência estudantil na Universidade Federal da Fronteira Sul

Campus Realeza/PR

Autores

  • Aline Juliana Scher
  • Edson Marques Oliveira

Palavras-chave:

Ensino superior., Acesso e permanência., Assistência estudantil

Resumo

Nos últimos anos temos assistido a expansão do Ensino Superior no Brasil, seja por meio da criação ou ampliação de Universidades e Institutos Federais ou pelo incentivo e financiamento de bolsas em instituições particulares. Com isso, o número de vagas cresceu de forma significativa, possibilitando o acesso à educação superior para um número maior de brasileiros. Aliado à expansão, algumas mudanças na legislação propiciaram a abertura de vagas para estudantes das camadas mais populares da sociedade, historicamente excluídas do modelo elitista da educação superior pública brasileira. Nesse contexto, ampliar o acesso é elementar para a democratização do ensino superior, contudo outros desafios se apresentam para garantir de fato a inclusão deste público. É neste debate que pretendemos contribuir ao apresentar os resultados de uma investigação realizada em um campus da Universidade Federal da Fronteira Sul, localizado no interior do Paraná.

Referências

ANDIFES. Plano Nacional de Assistência Estudantil. Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (org.). 2007. 20 p. Disponível em: http://www.andifes.org.br/plano-nacional-de-assistencia-estudantil-da-andifes/. Acesso em: 06 dez. 2016.

ANDIFES. Revista Comemorativa 25 anos do FONAPRACE: histórias, memórias e múltiplos olhares. Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (org.). Coordenação: Andifes, UFU, PROEX, 2012.

BOURDIEU, Pierre. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In: NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio Mendes (orgs.). Escritos de educação. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2002. p. 39-64.

BRASIL. Decreto n° 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Brasília, 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm. Acesso em: 28 mar. 2016.

BRASIL. Decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil -PNAES. Brasília, 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Decreto/D7234.htm. Acesso em: 18 jun. 2016.

BRASIL. Portaria Normativa Nº 39, de 12 de Dezembro de 2007. Institui o Programa Nacional de Assistência Estudantil - PNAES. Brasília, 2007a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/portaria_pnaes.pdf. Acesso em: 18 jun. 2016.

BRASIL. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira 2014. Estudos & Pesquisas. Informação Demográfica e Socioeconômica, n. 34, Rio de Janeiro, 2014.

BRASIL. INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA - IPEA. Políticas sociais acompanhamento e análise, v. 1, Brasília: IPEA, 2014a.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Relatório. Programa de apoio a planos de reestruturação e Expansão das Universidades Federais. 2008. Disponível em http://reuni.mec.gov.br. Acesso em: 26 mar. 2016.

FERNANDES, Florestan. Universidade brasileira: reforma ou revolução? São Paulo: Alfa-Ômega, 1975.

DIAS SOBRINHO, José. Democratização, qualidade e crise da educação superior: faces da exclusão e limites da inclusão. Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 1.223-1.245, out./dez. 2010.

KOWALSKI, Aline Viero. Os (des)caminhos da política de assistência estudantil e o desafio na garantia de direitos. 2012. 180f. Tese (Doutorado em Serviço Social) – Faculdade de Serviço social, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Do Sul, Porto Alegre, 2012. Disponível em: http://repositorio.pucrs.br/dspace/handle/10923/5137. Acesso em: 12 mar. 2016.

MÉSZÁROS, Isteván. A educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

OLIVEIRA, Dalila Andrade. As políticas educacionais no governo Lula: rupturas e permanências. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Porto Alegre, v. 25, n. 2, p. 197-209, maio/ago. 2009. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/19491/11317. Acesso em: 12 dez. 2016.

PEREIRA, José Tomaz Vieira. Uma contribuição para o entendimento da evasão: um estudo de caso. São Paulo: UNICAMP, 1995.

PEREIRA, Thiago Ingrassia. Classes populares na universidade pública brasileira e suas

contradições: a experiência do Alto Uruguai Gaúcho. Cutitiba: CRV, 2015.

ROMÃO, José Eustáquio; LOSS, Adriana Salete. A universidade popular no Brasil. Foro de

Educación, Salamanca, Espanha, v. 12, n. 16, p. 141-168, jan./jun. 2014. Disponível em:

https://forodeeducacion.com/ojs/index.php/fde/article/view/306/pdf_30. Acesso em: 21 fev. 2016.

ROTTA, Edemar; VITCEL, Marlise Sozio; ANDRIOLI, Antônio Inácio. A Universidade Federal da Fronteira Sul e a sua experiência de inclusão por meio da instituição das cotas sociais. In: LUFT, Hedi Maria; FALKEMBACH, Maria; CASAES, Juliana Borba de. (org.). Freire na agenda da educação: inclusão e emancipação – educação de jovens e adultos. Ijuí: Ed. Unijuí, 2012. v. 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL. Estudantes são das regiões dos campi. 2010. [matéria online publicada em 24 de fevereiro de 2010]. Disponível em: https://www.uffs.edu.br/institucional/reitoria/diretoria_de_comunicacao/noticias/estudantes-sao-das-regioes-dos-campi. Acesso em: 20 fev. 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL. Carta de Serviços ao Cidadão. Santa Catarina, 2013. 19 p. Disponível em: https://www.uffs.edu.br/institucional/a_uffs/carta_de_servicos_ao_cidadao. Acesso em: 20 fev. 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL. Apresentação. 2017. Disponível em: https://www.uffs.edu.br/institucional/a_uffs/a_instituicao/apresentacao. Acesso em: 20 fev. 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL. Sistema de Gestão Acadêmica. 2017a. Disponível em: http://sga.uffs.edu.br. Acesso em: 20 fev. 2017.

Publicado

2020-06-19

Como Citar

Scher, A. J. ., & Oliveira, E. M. . . (2020). Acesso e permanência estudantil na Universidade Federal da Fronteira Sul: Campus Realeza/PR . Avaliação: Revista Da Avaliação Da Educação Superior, 25(1). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/3915

Edição

Seção

Artigos