A expansão das Universidades Federais e os seus efeitos de curto prazo sobre os Indicadores Municipais

Autores

  • Mayara Lima Casqueiro
  • Guilherme Irffi Irffi
  • Cristiano da Costa da Silva

Palavras-chave:

Avaliação de impacto, Expansão das universidades federais, Indicadores Municipais

Resumo

Diante do quadro de expansão da rede de educação superior, este estudo se propõe a analisar o impacto da expansão das Universidades Federais sobre o desenvolvimento local dos municípios brasileiros, baseado em indicadores econômicos, sociais e de mercado de trabalho. Além disso, busca-se identificar os fatores que influenciaram os municípios a serem contemplados com um campus da Universidade. Para isso, emprega-se o método de pareamento com escore de propensão com objetivo de construir um grupo de controle que mais se assemelha ao grupo de tratamento. E, para estimar os efeitos, após o pareamento, são utilizados os estimadores de Diferenças em Diferenças e de Efeito Fixo. Os resultados indicam que municípios que possuem campus universitário particular, população superior a 50 mil habitantes e com maior relevância econômica (importância do PIB) na sua microrregião são fatores (ou características) que influenciaram na escolha dos municípios beneficiados com a política de expansão. Já em relação aos efeitos da expansão sobre os indicadores, observa-se que a criação de novos campi reduz o percentual de pobres nos municípios, em média, em 1,5 p.p. Além disso, há evidência (fraca) de que a política aumenta a renda per capita, o percentual de ocupados com nível superior e com nível médio. Contudo, vale ressaltar que talvez seja necessário maior período de tempo para que os efeitos da política de expansão causem impactos significativos sobre a economia.

Referências

BARBOSA, Marcelo P., PETTERINI, Francis, FERREIRA, Roberto T. Avaliação do Impacto da Política de Interiorização das Universidades Federais sobre as Economias Municipais. In: ENCONTRO DE ECONOMIA DA REGIÃO SUL, 17., 2014, Maringá. Anais [...]. Maringá: UEM, 2014.

BECKER, S. O.; ICHINO, A. Estimation of Average Treatment Effects Based on Propensity Scores. The Stata Journal, EUA, v. 2, n. 4, p. 358–377, 2002.

BATTU, Harminder; FINCH, John. Integrating knowledge effects into university impact studies: a case study of aberdeen university. Aberdeen: Department of Economics University of Aberdeen, 1998.

BOVO, José Murari. A contribuição da Unesp para o dinamismo econômico dos municípios. São Paulo: Ed. UNESP, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Federais REUNI 2008 – Relatório de primeiro ano reestruturação e expansão das Universidades Federais. Brasília, DF, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação. Expansão da educação superior e profissional e tecnológica: mais formação e oportunidades para os brasileiros. 2011. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/expansao/images/APRESENTACAO_EXPANSAO_EDUCACAO_SUPERIOR14.pdf. Acesso em: 1 maio 2017.

BRASIL. Secretaria de Educação Superior. A democratização e expansão da educação superior no país: 2003 – 2014. Brasília, DF, 2015.

CALDARELLI, Carlos E.; CAMARA, Marcia R.; PERDIGÃO, Claudia P. Instituições de ensino superior e desenvolvimento econômico: o caso das universidades estaduais paranaenses. Planejamento e Políticas Públicas, Brasília – DF, v. 44, p. 85-112, 2015.

COCHRAN, William G.; RUBIN, Donald B. Controlling bias in observational studies: a review. The Indian Journal of Statistics, Sankhyã, v. 35, n. 4, p. 417-66, 1973.

FLORAX, Raymond. The university: a regional booster? Economic impacts of academic knowledge infrastructure. Avebury: Aldershot, 1992.

FOGUEL, Miguel N. Diferenças em Diferenças. In: MENEZES FILHO, N. (org.). Avaliação econômica de projetos sociais. São Paulo: Dinâmica Gráfica e Editora, 2012. p. 69-83.

HOFF, Debora N.; MARTIN, Aline S. S.; SOPEÑA, Mauro B. Universidades e Desenvolvimento Regional: impactos quantitativos da UNIPAMPA em Sant’ana do Livramento. Revista Redes, Santa Cruz do Sul, RS, v.16, n. 3, p.157-183, 2011.

KHANDKER, Shahidur R; KOOLWAL, Gayatri B; SAMAD, Hussain A. Handbook on impact evaluation: quantitative methods and practices. Washington, DC: The World Bank, 2010.

KURESK, Ricardo; ROLIM, Cassio. Impacto econômico de curto prazo das universidades federais na economia brasileira. Revista Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba, PR, v. 117, p. 29-51, 2009.

MENEZES FILHO, Naercio (org.). Avaliação econômica de projetos sociais. São Paulo: Dinâmica Gráfica e Editora, 2012.

MORAES, Flavio F. Universidade, inovação e impacto socioeconômico. São Paulo em Perspectivas, São Paulo, SP, v. 14, n. 3, p. 8-11, 2000.

NEVES, Rommel S. Avaliação da interiorização do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão. 2015. 82f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-graduação em Economia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.

NIQUITO, Thais Waideman; RIBEIRO, Felipe Garcia; PORTUGAL, Marcelo Savino. Impacto da criação das novas universidades federais sobre as economias locais. Planejamento e Políticas Públicas, Brasília–DF, n. 51, p. 267-394, 2018.

PEIXOTO, Betania. T.; ANDRADE, Monica. V.; AZEVEDO, João P. Avaliação econômica do Programa Fica Vivo: o caso piloto. Belo Horizonte: UFMG/Cedeplar, 2008.

ROLIM, Cassio F. C.; SERRA, Mauricio A. Instituições de ensino superior e desenvolvimento regional: o caso da região Norte do Paraná. Revista de Economia, Curitiba, PR, v. 35, n. 3, p. 87-102, 2009.

ROSENBAUM, Paul R.; RUBIN, Donald B. The central role of the propensity score in observational studies for causal effects. Biometrika, Oxford, v. 70, p. 41–55, 1983.

SCHNEIDER, L. Educação e desenvolvimento: um estudo do impacto econômico da universidade federal no município de Santa Maria (RS). UNIFRA, Santa Maria, 2002.

SIEGFRIED, John J.; SANDERSON, Allen R.; MCHENRY, Peter. The economic impact of colleges and universities. Economics of Education Review, United Kingdom, v. 26, n. 5, p. 546-558, 2007.

SILVA. V. L. O futuro das indústrias e o papel da universidade no desenvolvimento sustentável. Brasília: MDIC, 2001.

TURNER, David. The economic impact of a university on its environment. European Education, Europe, v. 29, p. 88-95, 1997.

VINHAIS, Henrique Eduardo F. Estudo sobre o impacto da expansão das universidades federais no Brasil. 2013. 234 f. Tese (Doutorado) - Curso de Economia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

WILTGEN, R. S. Notas sobre polarização e desigualdades regionais. Ensaios FEE, Porto Alegre, RS, v. 12, n. 2, p. 532-539, 1991.

Publicado

2020-06-19

Como Citar

Casqueiro, M. L. ., Irffi, G. I., & Silva, C. da C. da . (2020). A expansão das Universidades Federais e os seus efeitos de curto prazo sobre os Indicadores Municipais. Avaliação: Revista Da Avaliação Da Educação Superior, 25(1). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/3922

Edição

Seção

Artigos