Avaliação Acadêmica Multidimensional com o uso do “U-Multirank”

Authors

Keywords:

rankings acadêmicos, avaliação da educação superior, avaliação multidimensional, gestão universitária

Abstract

A avaliação de instituições Acadêmicas é um tópico de grande interesse no mundo e sempre trouxe muitas polêmicas. Esse assunto é atual no Brasil, pois a CAPES estuda novas formas de avaliação para a Pós-Graduação brasileira. A ideia principal é usar um modelo multidimensional, de forma a valorizar aspectos que são importantes para instituições Acadêmicas e para as comunidades onde estão inseridas, mas que não são captados pela avaliação atual, bastante focada em resultados gerados por pesquisas de ponta. Na ausência de uso de métodos multidimensionais de avaliação acadêmica no Brasil, é interessante analisar experiências internacionais nessa área para aprimorar o entendimento de como eles funcionam. Nesse cenário destaca-se o ranking acadêmico internacional “U-Multirank”, criado na Europa e que tem resultados desde 2014. O presente estudo analisará as Dimensões e Indicadores desse ranking e mostrará as correlações existentes entre Dimensões e Indicadores nas instituições de Ensino Espanholas.

References

ANDRIOLA, W. B.; ARAÚJO, A. C. Uso de indicadores para diagnóstico situacional de instituições de Ensino Superior. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 26, n. 100, p. 645-663, jul. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0104-40362018002601062. Acesso em: 20 jul. 2021.

BARREYRO, G. B. De exames, rankings e mídia. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 13, n. 3, 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1414-40772008000300017. Acesso em: 20 jul. 2021.

CALDERÓN, A. I.; FRANÇA, C. M. Os rankings acadêmicos da educação superior: apontamentos no campo da avaliação educacional. In: ROTHEN, J. C.; SANTANA, A. C. M. (org.). Avaliação da Educação: referências para uma primeira conversa. São Carlos: Ed. Universidade de São Carlos, 2018. p. 95-114.

CASTRO, C. M.; SOARES, G. A. D. Avaliando as avaliações da CAPES. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 23, n. 3, p. 63-73, set. 1983.

CAPES -COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Edital nº. 41/2017 - Programa Institucional de Internacionalização (CAPES-PrInt). Brasília-DF: CAPES, 2017.

CAPES - COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Avaliação Multidimensional de Programas de Pós-Graduação. Relatório DAV. Brasília-DF: CAPES, 2019.

DRESCH, J. F. Avaliação da educação e o cenário midiatizado da responsabilização. In: ROTHEN, J. C.; SANTANA, A. C. M. (org.). Avaliação da educação: referências para uma primeira conversa. São Carlos: Ed. Universidade de São Carlos, 2018. p. 81-94.

FONSECA, M.; OLIVEIRA, J. F. A avaliação da pós-graduação e o seu impacto no trabalho acadêmico dos professores brasileiros. In: OLIVEIRA, J. F.; CATANI, A. M.; FERREIRA, N. S. C. (orgs.). Pós-graduação e avaliação: impactos e perspectivas no Brasil e no cenário internacional. Campinas: Mercado de Letras, 2010. p. 109-130.

FURTADO, H. L.; HOSTINS, R. C. L. Avaliação da pós-graduação no Brasil. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, v. 19, n. 1, p. 15-23, jan./abr., 2014.

KAWASAKI, B. C. Critérios da avaliação CAPES para Programas de Pós-Graduação. Revista Adusp, São Paulo, p. 102-117, maio 2017.

LLOYD, M. W.; ORDORIKA, I.; RODRÍGUEZ-GÓMEZ, R. Los rankings internacionales de universidades: su impacto, metodología y evolución. Cuadernos de Trabajo de la Dirección General de Evaluación Institucional. México: UNAM, 2011. n. 7.

MENDES, A. L. F.; DUTRA, N. L. L. Índice geral de cursos e qualidade na educação superior: o caso das IES do Estado da Bahia. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 24, n. 1, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/aval/a/bMnYSvkTCkyJcht39bNDB9b/?lang=pt. Acesso em: 20 jul. 2021.

MOURA, B. A.; MOURA, L. B. A. Ranqueamento de universidades: reflexões acerca da construção de reconhecimento institucional. Acta Scientiarum. Education, Maringá, v. 35, n. 2, p. 213-222, 2013.

NOBRE, L.N.; FREITAS, R.R. A evolução da pós-graduação no Brasil: histórico, políticas e avaliação. Brazilian Journal of Production Engineering (BJPE), São Mateus, v. 3, n. 2, p. 18-30, 2017.

PATRUS, R.; SHIGAKI, H. B.; DANTAS, D. C. Quem não conhece seu passado está condenado a repeti-lo: distorções da avaliação da pós-graduação no Brasil à luz da história da CAPES. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 16, n. 4, p. 642-655, dez. 2018.

PILATTI, L. A.; CECHIN, M. R. Perfil das universidades brasileiras de e com potencial de classe mundial. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 23, n. 1, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1414-40772018000100006. Acesso em: 20 jul. 2021.

PRADO, A.F.B.A.; AGUILAR, L. E. Three models of international academic ranking: comparative analysis. In: CONGRESO IBEROAMERICANO DE EDUCACIÓN COMPARADA, 3., Montevideo, Uruguai, 2021.

PRADO, A.F.B.A. Performances of the Brazilian Universities in the “U-MULTIRANK” in the Period 2017-2020. ScieloPreprint, São Paulo, 2021a. Preprint. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/2351. Acesso em: 20 jul. 2021.

PRADO, A.F.B.A. Multidimensional Academic Evaluation using the 'U-Multirank'. Scielo Preprint, São Paulo, 2021b. Preprint. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/2661/version/2813. Acesso em: 20 jul. 2021.

PRADO, A.F.B.A. Study of the multidimensional academic ranking “U-Multirank” Scielo Preprint, São Paulo, 2021c. Preprint. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/3063. Acesso em: 20 jul. 2021.

RIGHETTI, S. Quando a sociedade é quem avalia: a experiência do Ranking Universitário Folha e os indicadores de ensino superior. COMCIÊNCIA (UNICAMP), Campinas, v. 166, p. 1, 2015.

ROTHEN, J. C.; SANTANA, A. C. M. (org.). Avaliação da educação: referências para uma primeira conversa.São Carlos: Ed. Universidade de São Carlos, 2018.

SHIN, J. C.L; TOUTKOUSHIAN, R. K.; TEICHER, U. University rankings, theoretical basis, methodology and impacts on global higher education. New York: Springer, 2011.

SOUZA, V. C. Qualidade na educação superior: uma visão operacional do conceito. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 22, n. 2, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/aval/a/3d5tt9h3MSx4Sfq4s35WSCN/?lang=pt. Acesso em: 20 jul. 2021.

STACK, M. Global University Rankings and the Mediatization of Higher Education. Palgrave Studies in Global Higher Education. England: Macmillan Publishers Limited, 2016.

THERY, H. Classificações de universidades mundiais, “Xangai” e outras. Estudos Avançados, São Paulo, v. 24, n. 70, p. 185-205, 2010.

VAN VUGHT, F. A.; ZIEGELE, F. (ed.). Multidimensional ranking: the design and development of U-Multirank. New York: Springer, 2012.

Published

2022-04-07

How to Cite

Prado, A. F. B. de A. . (2022). Avaliação Acadêmica Multidimensional com o uso do “U-Multirank”. Avaliação: Revista Da Avaliação Da Educação Superior, 27(1). Retrieved from http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/4928

Issue

Section

Artigos