COMPETÊNCIAS DOCENTES COMO ANTECEDENTES DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO PROFESSOR: PERCEPÇÃO DE MESTRANDOS DE ADMINISTRAÇÃO

Autores

  • Márcia Zampieri Grohmann
  • Márcio Sampedro Ramos

Resumo

Este estudo teve como objetivo mapear competências docentes (comportamento em aula, didática e conhecimento, relacionamento, avaliação e utilidade), através da avaliação de acadêmicos do curso de mestrado em administração, e verificar suas relações causais com o desempenho dos professores (avaliação de desempenho e nota geral). Através da análise dos resultados de 99 questionários constatou-se que os professores foram bem avaliados, obtendo médias bem acima do valor intermediário da escala (2,50): comportamento em aula - 4,07; didática e conhecimento = 3,92; relacionamento – 3,79; avaliação e utilidade – 3,74; desempenho – 3,73. As relações de dependências encontradas foram: didática e conhecimento x desempenho (R2= 68,5%), avaliação e utilidade x desempenho (R2= 23,5%), comportamento x desempenho (R2= 13,4%), didática e conhecimento x nota geral (R2= 52,1%) e avaliação e utilidade x nota geral (R2= 21,4%). Concluiu-se que didática/conhecimento e avaliação/utilidade são os principais antecedentes do desempenho docente.

Biografia do Autor

Márcia Zampieri Grohmann

Doutora em Engenharia da Produção e Sistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora Adjunta do Departamento de Ciências Administrativas da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

Márcio Sampedro Ramos

Graduando em Administração de Empresas, acadêmico do Mestrado em Administração da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

Como Citar

Grohmann, M. Z., & Ramos, M. S. (1). COMPETÊNCIAS DOCENTES COMO ANTECEDENTES DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO PROFESSOR: PERCEPÇÃO DE MESTRANDOS DE ADMINISTRAÇÃO. Avaliação: Revista Da Avaliação Da Educação Superior, 17(1). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/743

Edição

Seção

Artigos