A Aprendizagem como Semiose

  • Lauro Frederico Barbosa da Silveira
Palavras-chave: Semiose. Ensino. Aprendizagem. Desejo de Aprender. Pensar. Diagrama.

Resumo

O autor propõe, à luz da teoria semiótica proposta por Charles Sanders Peirce (1839-1914), que pensar e aprender são termos sinônimos e que todo conhecimento se faz através de signos e somente ocorre em meio à experiência. Como os signos interpretam a realidade determinando uma conduta e esta realidade impõe-se ao sujeito como um desafio, suscitando-lhe o desejo de com ela interagir, então, todo conhecimento se faz por via da interpretação da realidade e implica uma relação afetiva para com o objeto que se procurará representar. Por outro lado, o ensino dedica-se sobretudo à construção de diagramas e ao aprimoramento da experiência interior, sendo assim, o autor ressalta também a importância da matemática como um lugar fundante para as ciências, devido a sua natureza eminentemente ideal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lauro Frederico Barbosa da Silveira
Como Citar
BARBOSA DA SILVEIRA, L. A Aprendizagem como Semiose. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, v. 5, n. 1, p. p. 89-94, 11.
Seção
Estudos