CAMINHOS PARA O BEM-ESTAR DOCENTE: AS ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO UTILIZADAS PELOS PROFESSORES FRENTE ÀS ADVERSIDADES DO TRABALHO DOCENTE NA CONTEMPORANEIDADE

Autores

  • Flavinês Rebolo Universidade Católica de Dom Bosco

Resumo

O artigo analisa as estratégias de enfrentamento mais utilizadas pelos professores frente às adversidades do trabalho docente na contemporaneidade. As análises foram realizadas a partir da releitura dos dados obtidos em duas pesquisas realizadas anteriormente sobre o mal-estar e o bem-estar docente. Por meio de análise temática de conteúdo, buscou-se identificar os modos como os professores reagem frente às frustrações e conflitos decorrentes do exercício do magistério. O enfrentamento é um processo que visa a adaptação às condições e situações adversas do trabalho e que pode ser realizado por meio de alterações das condições externas ou da modificação da conduta em relação a essas condições, de forma individual ou coletiva, ativa ou passivamente, e focada no problema ou na emoção. Constatou-se que as estratégias que buscam a modificação da conduta, realizadas de forma individual e passivamente, foram as mais utilizadas pelos professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavinês Rebolo, Universidade Católica de Dom Bosco

Doutora, professora do Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado e Doutorado na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

Como Citar

REBOLO, F. CAMINHOS PARA O BEM-ESTAR DOCENTE: AS ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO UTILIZADAS PELOS PROFESSORES FRENTE ÀS ADVERSIDADES DO TRABALHO DOCENTE NA CONTEMPORANEIDADE. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, v. 14, n. 1, 11.