Quaestio - Revista de Estudos em Educação http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio <p style="text-align: justify;">A <strong>Quaestio: revista de estudos em educação</strong> &nbsp;é uma publicação&nbsp;quadrimestral do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Sorocaba, avaliada como Qualis A4, tem como objetivo a divulgação de trabalhos inéditos de docentes, pesquisadores e de pós-graduandos de instituições nacionais e internacionais na área de Educação Escolar que tratem, preferencialmente, de questões relacionadas à <strong>Educação Superior</strong>; <strong>Pesquisa em Educação</strong>; <strong>Cotidiano Escolar</strong>; <strong>Políticas Educacionais</strong>; <strong>Formação Docente</strong> e <strong>Fundamentos Educacionais</strong>.<strong>&nbsp;</strong>São aceitos textos em português, inglês e espanhol.</p> <p style="text-align: justify;"><strong>e-ISSN:</strong> 2177-5796 | <strong>ISSN Impresso:</strong> 1518-2886</p> Universidade de Sorocaba - UNISO pt-BR Quaestio - Revista de Estudos em Educação 1518-2886 <p style="text-align: justify;">Os artigos publicados são de total e exclusiva responsabilidade dos autores que, antecipadamente, cedem seus direitos autorais à Quaestio: Revista de Estudos em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Sorocaba. A remessa de originais implica a autorização para publicação e disponibilização &nbsp;<em>on-line</em> sem o pagamento de direitos autorais. Caso o artigo reproduza documentos, imagens e/ou material legalmente protegido, caberá ao autor obter dos autores ou de seus herdeiros a liberação dos direitos de reprodução.&nbsp;</p> <p style="text-align: justify;">Os autores&nbsp;concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista, preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.</p> Editorial http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3695 Alda Regina Tognini Romaguera ##submission.copyrightStatement## 2019-08-29 2019-08-29 21 2 375 376 Apresentação - Dossiê temático http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3697 Alda Regina Tognini Romaguera ##submission.copyrightStatement## 2019-08-29 2019-08-29 21 2 377 378 A contrarreforma do Ensino Médio - Lei 13.415/2017: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3257 <p>O presente artigo parte da compreensão de que a política educacional integra e é parte da política econômica e da complexidade histórica do direito à educação. Elege como objetivo problematizar as razões do Governo Federal e empresários do setor educacional que ensejaram a Lei nº13.415/2017, que instituiu a Política de Fomento à implementação de Escolas de Ensino médio em tempo integral. Discute algumas implicações na formação dos estudantes trabalhadores e no trabalho docente, apontando como, historicamente, o Banco Mundial e OCDE forjam políticas para a educação básica com a anuência dos governos, partidos políticos e empresários do setor educacional e midiático, num movimento de restrição e comprometimento do direito à Educação.</p> Maria Abádia silva ##submission.copyrightStatement## 2019-08-29 2019-08-29 21 2 379 396 10.22483/2177-5796.2019v21n2p379-396 A República e o cidadão: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3330 <p>O objetivo deste artigo é fazer circular os resultados de investigação desenvolvida por meio de projeto de pesquisa associado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá. O procedimento definido para a pesquisa considerou as metodologias cunhadas no campo da História da Educação que tomam a Imprensa Pedagógica como foco de estudos. A análise se inseriu no campo da Nova História Cultural, mais precisamente, vinculou-se aos conceitos de Representação e Apropriação, desenvolvidos por Roger Chartier. Os resultados apontaram, nos discursos publicados no periódico, em consonância com os resultados de outros estudos divulgados pela historiografia da educação, sobretudo nos últimos 20 anos, o destaque ao ensino de Educação Moral e Cívica como elemento primordial na formação dos “recém-nascidos” cidadãos republicanos paranaenses.</p> Marcia Ferreira Pinto Bogoni Elaine Rodrigues ##submission.copyrightStatement## 2019-08-29 2019-08-29 21 2 397 417 10.22483/2177-5796.2019v21n2p397-417 História e cultura africana e afro-brasileira em questão: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3450 <p style="margin: 16px 0px 0px; text-align: justify; line-height: normal;">O presente artigo analisa a abordagem sobre a história e cultura africana e afro-brasileira nas questões que compõem o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) entre os anos de 2009 a 2016. Tem como objetivo discutir como o ENEM, apresentado como fomentador de uma política de reestruturação curricular, traz abordagens que superem as visões tradicionais étnico-raciais ligadas a um passado escravocrata simplista, como determina a Lei 10639/03. A metodologia utilizada parte do levantamento das questões do Exame, quantificamos e discutimos a temática em questão. A partir do estudo podemos observar o ENEM como um espaço híbrido de convivência entre visões tradicionais sobre a população negra e alguns avanços para além do passado escravista.</p> Jean Mac Cole Tavares Santos Francisco José Balduíno da Silva Paulo Augusto Tamanini ##submission.copyrightStatement## 2019-08-29 2019-08-29 21 2 419 437 10.22483/2177-5796.2019v21n2p419-437 Educação Salesiana, currículo e formação de governantes: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3640 <p>EEste trabalho apresenta desdobramentos da história da Educação Salesiana no Colégio&nbsp; Salesiano de Santa Teresa (CSST), localizado em Corumbá-MS. Elegemos como recorte temporal os anos de 1972 a 1987, período que vigorou o convênio que deu origem a Escola Estadual Santa Teresa (EEST) que funcionou simultaneamente ao CSST até 1982, passando a existir, a partir daí, somente a Escola Estadual. É nossa intenção mostrar como o currículo da Educação Salesiana, entendido como construção social, ganhou significado localmente, por meio da imprensa sul-mato-grossense, ao narrar notícias, acontecimentos e jogos de poder, expondo o confronto entre grupos sociais, pois como sabemos, a imprensa é um importante instrumento político. Na análise dos dados, salienta-se conflitos entre formação de governantes e a defesa de acesso à escola pública; salienta-se, ainda, a invisibilidade das mulheres.</p> Celeida Maria Costa de Souza e Silva Ozerina Victor de Oliveira ##submission.copyrightStatement## 2019-08-29 2019-08-29 21 2 439 458 10.22483/2177-5796.2019v21n2p439-458 Expansão do mercado escolar, parentocracia e o Colégio Militar de Campo Grande (CMCG) http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3352 <p>Neste texto são discutidas as estratégias familiares de escolarização, principalmente no que se referem aos investimentos familiares no “mercado escolar”, constituído por estabelecimentos escolares que visam o acesso e permanência no Colégio Militar de Campo Grande (CMCG)<a href="#_ftn1" name="_ftnref1"><sup>[1]</sup></a>. Busca-se compreender essas estratégias e os tipos de investimentos nesse mercado em expansão. As fontes utilizadas são sites escolares, folders, artigos em jornais e revistas, relatórios oficiais do Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB) e do CMCG - analisados com base em estudos bourdieusianos. As informações produzidas e analisadas atestam a existência de um “mercado escolar” emergente em Campo Grande-MS, isto porque as famílias não creditam exclusividade do ensino aos estabelecimentos escolares, haja vista a busca por serviços de apoio e reforço escolar que se avolumam no município estudado.</p> <p>&nbsp;</p> <p><a href="#_ftnref1" name="_ftn1">[1]</a> O Colégio Militar de Campo Grande faz parte do Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB), sendo este um dos subsistemas de ensino do Exército, tendo sob sua responsabilidade a educação básica no nível fundamental, do 6º ao 9º ano, e no nível médio.</p> Miriam Ferreira de Abreu da Silva Jacira Helena Pereira do Valle Assis ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 459 479 10.22483/2177-5796.2019v21n2p459-479 Economia doméstica: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3374 <p>Analisar os conhecimentos propostos pela disciplina escolar Economia Doméstica por meio das obras Noções de Economia Doméstica (1946), de Isabel Serrano, e Economia Doméstica (1957), de Marina Souza, constitui o objetivo do artigo. Para tanto, utilizou-se como fontes, as obras mencionadas, as legislações e o programa oficial de ensino secundário, norteando a pesquisa pelos conceitos de disciplina escolar e livro didático. Verificou-se que os saberes da Economia Doméstica não incluíam exclusivamente orientações e regras para a boa mãe, dona de casa e esposa, mas geravam conhecimentos científicos, principalmente ligados à área da Biologia, Psicologia e Sociologia.</p> Eva Maria Siqueira Alves Sayonara do Espírito Santo Almeida ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 481 502 10.22483/2177-5796.2019v21n2p481-502 Política de assistência estudantil nos três últimos governos: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3564 <p>Este artigo tem os objetivos de compreender a implementação dessa política e seu financiamento no Brasil, nos governos de Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e, a partir da perspectiva dos estudantes bolsistas do Programa de Auxílio Permanência de um Instituto Federal de São Paulo, dos anos de 2014 e 2015, a relevância do Programa e os efeitos da Assistência Estudantil percebidos por esses discentes. A metodologia adotada foi de natureza exploratória de cunho bibliográfico e documental, complementados com os dados quanti-qualitativos levantados com base nos questionários. Como resultado da investigação, identificou-se uma avaliação positiva por parte dos alunos envolvidos na pesquisa sobre o Programa de Auxilio Permanência, uma vez que lhes estimulou ao prosseguimento dos estudos. Observou-se também que, para haver maior permanência dos estudantes é necessário que haja outros instrumentos de estímulo aos alunos, além da concessão dos auxílios estudantis.</p> Ana Rita Dantas da Silva Celia Maria Haas ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 503 523 10.22483/2177-5796.2019v21n2p503-523 A formação por competências: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3223 <p>Este artigo procura entender quais são as competências pessoais e profissionais demandadas pelo mercado de trabalho para os profissionais da área de administração de empresas e também se e como essas competências são inseridas no Curso Superior de Tecnologia em Gestão Empresarial oferecido pelas Faculdades de Tecnologia do Centro Paula Souza, entidade pública mantida pelo Governo do Estado de São Paulo. Para tanto, fundamenta-se em pesquisa qualitativa na qual se analisa a pertinência da matriz curricular do curso tanto na visão do gestor escolar como diante das expectativas de algumas empresas que, por conta da sua atuação, têm amplo contato com o mercado. Os resultados obtidos indicam que há uma relação positiva, de reciprocidade e de diálogo, entre a oferta educacional e a demanda corporativa.</p> Rodrigo Avella Ramirez Thiago Vieira de Matos ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 525 538 10.22483/2177-5796.2019v21n2p525-538 Concepções de trabalho pedagógico e valorização do profissional da educação no Curso Normal Gaúcho: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3224 <p class="Resumo" style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt; text-indent: 0cm;"><span lang="X-NONE" style="font-size: 11.0pt;">O presente trabalho sistematiza estudos que objetivaram recuperar a história do Curso Normal no Rio Grande do Sul, especificamente em Santa Maria, no Instituto Estadual de Educação Olavo Bilac, relacionando-a às políticas públicas implantadas neste Curso, para conhecer concepções de trabalho pedagógico, mudanças no Curso Normal e indícios da valorização do profissional da educação no século passado, mais especificamente de 1950 a 1970. Para realizar a pesquisa, houve inserção dos pesquisadores no referido Instituto, localizado em Santa Maria, criado em 1901, que possui um rico acervo histórico. Tratou-se então de um estudo, cuja principal técnica de produção de dados foi a análise documental. Uma vez selecionados e produzidos os dados, passou-se à aplicação de Análise de Conteúdo, o que possibilitou a sistematização ora apresentada. O principal material analisado foram recortes de jornais, fotos de antigas normalistas e livros produzidos na escola. Ao acabar o texto notamos que surgiram mais perguntas do que esclarecimentos, mas isso é apenas um impulso para continuarmos pesquisando e, com isso, considerando de extrema relevância compreendermos como foi se constituindo o trabalho pedagógico nos Cursos Normais/Magistério no Rio Grande do Sul ao longo do tempo, a partir de 1900, e para, assim, hoje, junto com os professores, nas escolas, transformar o pedagógico, visando a produzir aula, e, nela, produzir conhecimento, de modo mais coerente com as demandas de nosso tempo.</span></p> Liliana Soares Ferreira Josiane Lara Fagundes Vicente Cabrera Calheiros Luiza da Silva Braido ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 539 557 10.22483/2177-5796.2019v21n2p539-557 A Institucionalização da Coordenação Pedagógica na Educação da Infância em São Caetano do Sul http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3279 <p>Esta pesquisa, de natureza qualitativa, analisou a atuação do Professor Auxiliar de Direção (Proaudi) nas escolas de educação infantil de São Caetano do Sul, no estado de São Paulo, a qual se revelou ligada à coordenação pedagógica. Os dados, obtidos por meio de entrevista semiestruturada e tratados na perspectiva da teoria fundamentada, conduziram a resultados que sinalizam que os Proaudi desenvolvem um trabalho efetivo de formação de professores e de acompanhamento da aprendizagem das crianças das escolas de educação infantil. Foi constatado também que os Proaudi, por vezes, realizam tarefas inerentes aos aspectos administrativos da gestão escolar, tal como ocorre com os coordenadores pedagógicos, mas, em volume bem menor quando comparada à dimensão pedagógica. Contudo, apesar da institucionalização do Proaudi entre os professores e gestores das escolas de educação infantil, a função não é regulamentada, motivo pelo qual a escolha dos candidatos se dá pela indicação dos diretores de escola, cujos critérios não são definidos previamente.</p> Nonato Assis de Miranda Renata Maria Sobral ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 559 582 10.22483/2177-5796.2019v21n2p559-582 Políticas de financiamento e expansão no Ensino Superior do Brasil: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3318 <p>O artigo analisa a política de financiamento e expansão de Instituições de Ensino Superior (IES) Brasileiras, de 2001 a 2016, e os extensos benefícios gerados a seu setor privado-mercantil, por programas estatais concessores de financiamento direto e indireto. Metodologicamente optou-se pela pesquisa quanti-qualitativa documental, analisando centralmente dados da Receita Federal do Brasil (RFB), e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), ligados aos Censos da Educação Superior; ao Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), e ao Índice Geral de Cursos (IGC), para extrair informações: orçamentárias e financeiras da União; de expansão de IES e matrículas; e de qualidade do ensino e dos cursos de IES público-privadas. Considera-se que a política nacional gerou maior auxílio às IES privado-mercantis do que às IES públicas, gerando assim um ensino superior mercadejado, e dissociado de pesquisa e extensão.</p> Waldir Ferreira de Abreu Rhoberta Santana de Araújo João Paulo Costa Lima ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 583 609 10.22483/2177-5796.2019v21n2p583-609 Implicações do Sinaes na gestão da educação superior: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3364 <p>O artigo problematiza as implicações do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) com base em uma pesquisa realizada em dois cursos de graduação de duas Instituições de Ensino Superior (IES): uma pública e uma privada. Na pesquisa, são analisados documentos institucionais, questionários aplicados a alunos e docentes dos respectivos cursos e entrevistas semiestruturadas realizadas com os gestores das IES. A abordagem teórica da pesquisa foi construída com base nos estudos que analisam as instituições na perspectiva micropolítica, cujo objetivo é compreender como os sujeitos processam, ressignificam e reproduzem as políticas delineadas no âmbito dos governos – neste caso, as políticas de avaliação –, conferindo novos sentidos a suas experiências que podem contribuir com a superação e/ou manutenção da ordem capitalística em curso. Em ambas as instituições analisadas, os dados evidenciam que, em conformidade com uma perspectiva gerencial, a busca por resultados vem se convertendo em uma prática naturalizada criadora de uma identidade institucional que passa a ser compartilhada entre os gestores independentemente do tipo de instituição onde atuam.</p> Cristiane Fernandes Maria Eliza Nogueira Oliveira Regilson Maciel Borges ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 611 636 10.22483/2177-5796.2019v21n2p611-636 Programa Permanente de Desenvolvimento Profissional e Formação Pedagógica Docente - PRODOC http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3351 <p>Este artigo, de natureza bibliográfica e exploratória, é originário de uma pesquisa maior voltada para o mapeamento, em universidades federais mineiras, de programas de formação pedagógica continuada do professor do ensino superior. Seu objetivo é apresentar o resultado de mapeamento realizado junto a uma das instituições abarcadas no processo de levantamento e identificação de programas de desenvolvimento profissional docente. Trata-se da Universidade Federal de Alfenas, situada no sul de Minas Gerais, e seu Programa de Desenvolvimento Profissional e Formação Pedagógica Docente, cujo objetivo consiste na promoção do aprimoramento pedagógico dos docentes da UNIFAL-MG. Mediante o resultado do estudo, destaca-se, dentre outras considerações, que tal Programa de Desenvolvimento Profissional e Formação Pedagógica Docente revela-se como uma iniciativa que coaduna com a atual exigência de formação continuada para a docência na educação superior. E, ainda, que sua institucionalização constitui-se em um importante espaço que aproxima os professores de uma perspectiva de profissionalização da docência.</p> Renata de Almeida Vieira ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 637 648 10.22483/2177-5796.2019v21n2p637-648 Democratização do ensino e o fracasso escolar http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3281 <p>O presente artigo tem como objetivo realizar uma reflexão sobre o fracasso escolar, abordando o papel do professor e da escola no processo de ensino-aprendizagem, bem como relacionar a democratização e a qualidade do ensino a partir da inserção de segmentos populares na escola, em um modelo educacional que tradicionalmente prioriza as elites políticas e econômicas. Para isto, discute conceitos como inovação, desenvolvimento local na educação e adequação do currículo sob uma perspectiva democrática. Como metodologia, recorreu-se aos estudos de diferentes autores, localizados em sítios de busca cientifica<u>,</u> a partir das expressões “fracasso escolar”, “inovação educacional” e “desenvolvimento local”. Sob a análise dessas investigações, chegou-se a algumas constatações: a insuficiência de estudos sobre o fracasso escolar ; a necessidade de investimento por parte do professor em ações que mobilizem os alunos para o aprendizado; a importância da reflexão sobre o conceito de inovação no âmbito educacional; e os impactos do desenvolvimento local na educação.</p> Karina Barreto Silva Maria Lúcia de Miranda Afonso ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 649 669 10.22483/2177-5796.2019v21n2p649-669 Identidades docentes: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3603 <pre id="tw-target-text" class="tw-data-text tw-ta tw-text-small" dir="ltr" data-placeholder="Tradução" data-fulltext=""><span lang="en" tabindex="0">This text addresses the different educational identities in different countries. In each chapter it exposes the culture highlighting the lived historical moment. A reflection on teacher education in different contexts and times.</span></pre> Eloisa Helena Mello ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 671 675 Metodologia de pesquisa nas ciências sociais e humanas http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3549 Cezar de Alencar Arnaut de Toledo Marcos Ayres Barboza ##submission.copyrightStatement## 2019-08-30 2019-08-30 21 2 677 680 Parecerista ad hoc maio/ago. 2019 http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3705 <p>Pareceristas.</p> Educação em Mestrado ##submission.copyrightStatement## 2019-08-31 2019-08-31 21 2 681 681