SEXUALIDADES E COTIDIANO ESCOLAR: UM PANORAMA DA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SOROCABA

  • Eder Proença
Palavras-chave: Sexualidades. Cotidiano escolar. Conversas do cotidiano. Rede Municipal de Educação de Sorocaba. Produção de singularidades.

Resumo

O objetivo desse artigo é propor um diálogo de minha dissertação de mestrado em educação, onde discuti o que as conversas do cotidiano escolar dizem sobre as homossexualidades, com a experiência de ser diretor de educação básica na rede municipal de Sorocaba, que trouxe a emergência de um novo olhar para as questões da sexualidade na escola e, como investir para a produção de singularidades (GALLO, 2003), assim como em ações éticas e estéticas que mobilizem àqueles que estão acostumados com rotinas escolares e (co)modismos do fazer pedagógico, recusando-se ousar ou fazer-se diferente. Procurei nas conversas do cotidiano escolar, elementos para significar as ações dos personagens da escola em relação às sexualidades. Esse movimento é importante, pois, no final de 2011, as escolas municipais receberam o “Marco Referencial”, documento que traz as diretrizes filosóficas que devem estruturar o fazer pedagógico das escolas e, traz um eixo voltado para a diversidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
PROENÇA, E. SEXUALIDADES E COTIDIANO ESCOLAR: UM PANORAMA DA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SOROCABA. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 39, n. 1, p. p. 201-219, 11.
Seção
Artigos