Jesuítas e indígenas como professores e aprendizes de segunda língua

  • Luiz Fernando Gomes
Palavras-chave: Aquisição da segunda lingua. Linguagem e línguas. Ensino.

Resumo

Pensando nos primeiros contatos entre portugueses e índios que no Brasil viviam, este artigo pretende fazer alguns comentários especulativos, sob o ponto de vista da Lingüística Aplicada, de como pode ter sido o relacionamento entre os interlocutores brancos e índios, principalmente naqueles envolvendo a catequese e a aprendizagem de segunda língua, tanto por parte do índio quanto do branco. Tomarei como subsídio para os comentários, informações extraídas dos livros: Casa Grande & Senzala de Gilberto Freyre, Sermões e Cartas do Padre Antônio Vieira comentadas por Ivan Lins e o ensaio de Mecenas Dourado sobre o Diálogo da Conversão do Gentio, do Padre Manuel da Nóbrega, e idéias correntes da Lingüística Aplicada, sobre a aprendizagem de segunda língua.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-11-11
Como Citar
GOMES, L. F. Jesuítas e indígenas como professores e aprendizes de segunda língua. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 26, n. 2, p. p. 157-166, 11 nov. 2016.
Seção
Artigos