O atualismo de Giovanni Gentile e o estado fascista

Autores

  • Jefferson Carriello do Carmo

Resumo

Este artigo procura, de forma sumária, delimitar as raízes filosóficas do atualismo de Giovanni Gentile, buscando relacioná-lo com particular apropriação da dialética hegeliana no interior da corrente neo-idealista italiana. Pretende, ainda, apontar para a noção de "Estado ético", em Gentile, e a relação com seu atualismo, a fim de compreender os pontos de contato entre a noção de Estado e o fascismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2016-10-18

Como Citar

CARMO, J. C. DO. O atualismo de Giovanni Gentile e o estado fascista. Revista de Estudos Universitários - REU, v. 26, n. 1, 18 out. 2016.

Edição

Seção

Artigos