O jogo da amarelinha: apontamentos para uma leitura dos 500 anos

  • Maria Lucia de Amorim Soares

Resumo

Fugindo às formas convencionais da trama de um texto acadêmico e tomando, como modelo, a ideia de platô, na acepção de Deleuze e Guattari, a autora tece considerações sobre a carta de Caminha, deslocando sua perspectiva para outros autores brasileiros conhecidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-10-18
Como Citar
SOARES, M. O jogo da amarelinha: apontamentos para uma leitura dos 500 anos. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 26, n. 1, p. p. 139-144, 18 out. 2016.
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>