Uso de vitaminas antioxidantes na prevenção da aterosclerose em coelhos submetidos á dieta rica em colesterol

  • Sandro Percário
  • Valdir Francisco Odorizzi
Palavras-chave: Aterosclerose. Antioxidantes. Radicais livres. Estresse oxidativo.

Resumo

A aterosclerose, atualmente, representa a doença com maior índice de mortalidade total nos países ocidentais e também no Brasil. Mais recentemente, observou-se que os radicais livres participam como importantes intermediários na formação do quadro aterosclerótico através do fenômeno conhecido como "estresse oxidativo". Fisiologicamente, a proteção contra o estresse oxidativo é realizada por um complexo sistema de moléculas oxidantes, grande parte derivadas da dieta. Assim, os objetivos do presente trabalho foram verificar o envolvimento de radicais livres na instalação de placas de aterosclerose em coelhos submetidos à indução de ateroesclerose pela ingestão de dieta rica em colesterol e verificar o potencial 26 coelhos machos da raça Nova Zelândia, divididos em três grupos B e C foram submetidos à indução da ateroesclerose por ingestão benefício do uso de vitaminas antioxidantes adicionadas à dieta na prevenção da instalação de placas de ateroma nestes animais. Foram utilizados de dieta rica em colesterol pelo período de dez semanas.
Simultaneamente à indução da aterosclerose, os animais do grupo A receberam apenas ração normal. Foram avaliados o perfil lipídico e os níveis de malondialdeído dos animais, sendo que os animais dos grupos B e C apresentam elevados níveis de colesterol total, LDL - colesterol e MDA, embora os níveis apresentados para os animais do grupo B. Estes dados sugerem que os radicais livres participem do processo patológico da aterosclerose e que o uso nutricional de vitaminas antioxidantes possa retardar este processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-11-16
Como Citar
PERCÁRIO, S.; ODORIZZI, V. F. Uso de vitaminas antioxidantes na prevenção da aterosclerose em coelhos submetidos á dieta rica em colesterol. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 29, n. 1, p. p. 135-153, 16 nov. 2016.
Seção
Artigos