DESLOCANDO O PONTO DA CRÍTICA: INDAGAÇÕES A PARTIR DE REALIDADADES URBANAS EM MUTAÇÃO

  • Vera da Silva Telles
Palavras-chave: Estado de exceção. Dispositivos gestionários. Vida matável. Novas ilegalidades urbanas.

Resumo

Face a um mundo social muito alterado em relação às décadas passadas, o artigo lança a pergunta pelos parâmetros descritivos necessários para se colocar em perspectiva e sob perspectiva crítica os novos ordenamentos sociais urdidos nessa virada dos tempos. A questão de! ne-se sob uma dupla interrogação (e inquietação): de um lado, os desa! os colocados por uma realidade urbana que se modi! ca rapidamente e que escapa aos termos pelos quais os problemas urbanos (e sociais) foram descritos, tematizados e problematizados nos anos 80; de outro lado, a exigência de construção de um plano de referência que nos permita escapar dos termos estreitos do debate atual em grande medida regido pelos imperativos das urgências do momento, melhor dizendo: da administração das urgências sociais, ao mesmo tempo em que as noções de direito e cidadania foram esvaziadas de seu sentido crítico e político, pois trans! guradas em dispositivos de gestão do social. O ponto critico desse estado de coisas são as evidencias de um mundo social que parece escapar aos modos correntes da interpelação política, que se subtrai das formas conhecidas de representação, que vaza ou transborda os dispositivos gestionários que vem se multiplicando por todos os lados, mas que nem por isso corresponde às imagens correntes de anomia e desorganização social, pois sugere diagramas variados de relações e formas sociais que passam pelas mediações formais, mas transbordam suas regulações e colocam uma ordem de questões que implodem a gramática política conhecida. É essa a questão que o artigo explora, em uma segunda parte, seguindo os ! os cruzados das .novas ilegalidades. que tecem a trama urbana em sua atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
TELLES, V. DESLOCANDO O PONTO DA CRÍTICA: INDAGAÇÕES A PARTIR DE REALIDADADES URBANAS EM MUTAÇÃO. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 33, n. 1, p. p. 13-28, 11.
Seção
Artigos