http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/issue/feed REU - Revista de Estudos Universitários 2019-03-25T15:41:56+00:00 Maria Ogécia Drigo reu.uniso@gmail.com Open Journal Systems <p style="text-align: justify;">A REU - Revista de Estudos Universitários é uma publicação semestral, <em>on line,</em> Interdisciplinar, da Universidade de Sorocaba, avaliada como Qualis B2 em Ensino, B4 em Comunicação, Informação e Psicologia; B5 em História e Sociologia; C em Artes/Música e Letras/Linguística. A partir de 2014, passa a publicar trabalhos de pesquisadores vinculados a Programas de Pós-Graduação <em>Stricto Sensu</em>de instituições de educação superior nacional ou internacional, sob a forma de artigos, resenhas, entrevistas, resumos expandidos de dissertações e teses, todos relacionados a tema previamente determinado. ISSN Eletrônico - 2177-5788 | ISSN Impresso - 0102-6437</p> http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3523 Análise filmíca 2019-02-01T17:44:38+00:00 Maria Ogécia Drigo maria.drigo@prof.uniso.br Mara Rovida mara.rovida@prof.uniso.br 2019-01-28T12:38:41+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3403 Sentido Aranha 2019-03-25T15:41:56+00:00 Renan Claudino Villalon renan.villalon@gmail.com Gelson Santana Penha gsansan@gmail.com <p>O presente trabalho é uma análise sobre a identificação de <em>schemata</em>, oriundos de <em>comic books</em> e <em>games</em>, na composição narrativa e visual da obra <em>The Amazing Spider-Man 2</em> (2014), de Marc Webb. Tem como justificativa a observação das atuais adaptações fílmicas de super-heróis, devido às reformulações do universo desses personagens a partir de um imaginário coletivo com múltiplas referências. O objetivo é verificar como foi readaptada a temática do herói, através de referências nostálgicas de obras multimidiáticas do personagem. O método utilizado foi empírico, com base em inferências a partir do <em>corpus</em>, através de uma fundamentação teórica cognitivista, primordialmente. Foram pesquisados conceitos sobre: <em>schema</em>, adaptação, o imaginário coletivo, a teoria do “já sentido” e o cinema hollywoodiano pós-1975. Parte dos resultados trata-se de observar como essa incidência de referências na adaptação não interfere no cânone do herói na cultura pop, ainda que sob diversos códigos midiáticos.</p> 2019-01-28T18:25:56+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3397 “Estrelas Além do Tempo” 2019-03-25T15:41:55+00:00 Livia Delgado Leandro da Cruz livia.delgado.cruz@usp.br Emerson Ferreira Gomes emersonfg@ifsp.edu.br <p>O presente artigo busca analisar as interfaces entre cinema e educação não-formal, investigando como o uso de filmes de temática científica podem mobilizar a geração de debates sobre questões como (des)igualdade de gênero, raça e ciência. Para tanto, foi realizada uma análise das atividades de divulgação científica desenvolvidas com adolescentes de um espaço educativo da zona leste de São Paulo, à luz do filme “Estrelas Além do Tempo” e a partir de referenciais de Análise do Discurso. Tais ações foram desenvolvidas no âmbito do grupo de intervenção E.M.M.A. (Estudos sobre as Mulheres e as Minorias na Arte-Ciência), parte do projeto de extensão universitária A.L.I.C.E. (Arte e Lúdico na Investigação da Ciência nos Espaços Educativos), realizado em parceria entre a USP, UNIFESP e IFSP.</p> <p>&nbsp;</p> <p><a href="#_ftnref1" name="_ftn1">[1]</a> Este artigo se baseia em um trabalho apresentado no XII Encontro de Pesquisadores em Comunicação e Cultura - Cinema e produção audiovisual - da Universidade de Sorocaba.</p> 2019-01-29T11:00:22+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3404 Ficção científica e política econômica em "O Homem do Futuro" 2019-03-25T15:41:54+00:00 Maria Estela Silva Andrade maria.estela@usp.br Luís Paulo de Carvalho Piassi lppiassi@usp.br <p><span style="font-family: Verdana, serif;"><span style="font-size: small;">Desde o início de seu processo de formação, o Brasil tem sido clamado como “o país do futuro”. Mesmo com alternâncias de regimes e projetos políticos, tal mito se renova e se sustenta. Como objeto cultural e midiático, o cinema, e a ficção científica como um de seus gêneros, propaga discursos que vão além de uma questão plástica, tendo efeitos políticos e sustentando ideologias (Kellner, 2001). A partir de uma metodologia que une a semiótica greimasiana à análise do discurso sob o ponto de vista dos Estudos Culturais, temos como objetivo analisar como o discurso desenvolvimentista está inserido no filme O homem do futuro (Claudio Torres, 2011), levando em conta o momento histórico e cenário político da época. Os resultados nos permitem fazer um paralelo da evolução narrativa com as mudanças no cenário econômico do Brasil entre 1991 e 2010.</span></span></p> 2019-01-29T13:10:24+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3367 A taxonomia deleuziana e a relações de gênero no filme "A Garota Dinamarquesa" 2019-03-25T15:41:53+00:00 Luís Roberto Albano Bueno da Silva lrabds@lrabds.org Georgia de Mattos georgia.jor@gmail.com <p>O artigo tem como propósito realizar uma análise fílmica a partir da taxonomia de Deleuze, precisamente em seu estudo sobre imagem-movimento, que consiste em verificar na montagem de um determinado filme, os enquadramentos utilizados e analisar através de sua taxonomia (afecção, ação e percepção) os efeitos que esta causa num/a determinado/a espectador/a. O filme A Garota Dinamarquesa, por sua vez, retrata a história de Lili Elbe, uma das primeiras transexuais a se submeter à cirurgia de redesignação sexual, a partir disso, interessa-nos, além da análise fílmica, compreender as relações de gênero construídas no filme. Para isso, debruçamo-nos sobre os estudos <em>queer</em>, precisamente, em alguns conceitos de Judith Butler. Percebemos que as teorias apresentadas se fazem valer mais fortemente na passagem imagética da montagem do filme e enquadramento, ao mesmo tempo em que roteiro e fala são menos explícitos nesse aspecto.</p> 2019-01-29T17:42:07+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3399 Filme Equilibrium 2019-03-25T15:41:52+00:00 Erivana D'Arc Daniel da Silva Ferreira erivanadarc@gmail.com Hernandes Andrade Silva hernandes@ufpi.edu.br José Sobreira Teixeira sobreiradeda@yahoo.com.br Marcus Vinicius de Oliveira Brasil marcus.brasil@ufca.edu.br <p>O objeto de análise deste estudo centra-se no filme de ação, drama e ficção “Equilibrium” que estreou nos EUA em 2002, sob a direção de Kurt Wimmer. O presente estudo tem como objetivo analisar a subjetividade do filme Equilibrium, na ótica da gestão da informação e do conhecimento, com ênfase nos mecanismos de controle social, tecendo reflexões e realizando um comparativo com aspectos contemporâneos. O estudo caracteriza-se como pesquisa observação em análise fílmica. O filme é desenvolvido em um futuro incerto, a raça humana foi quase totalmente devastada. Para salvar o mundo, os governantes decidiram criar uma droga capaz de inibir o sentimento humano, assim, garantindo a paz para sempre. O filme nos faz refletir sobre a importância do conhecimento numa época onde as organizações passaram por profundas mudanças. O filme nos traz o questionamento se realmente vale a pena deixar de sentir tanto o ódio quanto o amor para ter uma sociedade em estado de paz.</p> 2019-01-30T10:33:30+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3373 Narrativas Míticas 2019-03-25T15:41:51+00:00 Leila Piovesan Garcia Paiva leila.gapy@hotmail.com Vanessa Heidemann vanessa_heidemann@hotmail.com Monica Martinez, dra monica.martinez@prof.uniso.br <p>Este artigo aponta as possíveis relações entre a narrativa do filme estadunidense <em>A Vila</em> (2004, M. Night Shyamalan) e as narrativas míticas. Utilizando o método fenomenológico buscamos descrever situações que aparecem na produção cinematográfica e compará-las as quatro funções do mito (Mística ou Metafísica, Cosmológica, Sociológica e Psicológica ou Pedagógica) propostas por Joseph Campbell. Antes de nos debruçarmos especificamente nas possíveis analogias entre a narrativa do filme e as funções dos mitos buscamos contextualizar as narrativas míticas sob a ótica dos pensadores Mircea Eliade, Joseph Campbell, Carl Gustav Jung e Monica Martinez. As narrativas míticas são compreendidas, por esses autores, como verdades que por meio de metáforas podem explicar a realidade para o ser humano.</p> 2019-01-30T11:38:38+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3401 Uma aproximação ao conceito de aura em Walter Benjamin 2019-03-25T15:41:50+00:00 Anderson Fasano spleen.x.logos@gmail.com Rodrigo Fontanari rodrigo.fontanari@prof.uniso.br <p>O presente artigo busca explicitar, dentro das limitações a este tipo de gênero, o conceito aura (seus desdobramentos semânticos e suas possíveis relações com as transformações trazidas pela Modernidade) elaborado por Walter B.S. Benjamin, a fim de estabelecer um caminho para uma aproximação de sua leitura do status da Arte a partir da Fotografia e do Cinema, bem como das extensões filosófico-sociais inerentes a ela. Para tanto, o método arqueológico – enquanto resgate ou recuperação do conceito – se nos afigurou o mais pertinente ao intento aqui estabelecido como meta.</p> 2019-01-30T18:39:54+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3393 Filmes comerciais no Ensino de Ciências 2019-02-01T17:44:40+00:00 Alcione José Alves Bueno alcioneab10@gmail.com Silvio Luiz Rutz da Silva slrutz@gmail.com 2019-01-30T13:51:26+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3298 Manuais de Cinema II 2019-02-01T17:44:40+00:00 Paula Beatriz Gallerani Cuter paulabgcr@gmail.com <p>Resenha do livro de Luís Nogueira - Manuais de Cinema II: Gêneros Cinematográficos</p> 2019-01-30T18:46:11+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3529 Avaliação em perspectiva 2019-02-01T17:44:40+00:00 Mônica de Oliveira Pinheiro da Silva profmonica@gmail.com <p>Resenha do livro:</p> <p>PIMENTA, Maria Alzira; PIMENTA, Sônia de Almeida (Orgs.). <strong>Avaliação em perspectiva</strong>: da concepção à ação. Campinas: Alínea, 2014. 239p.</p> 2019-02-01T17:32:59+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3528 Avaliação escolar e formação de professores 2019-02-22T17:41:36+00:00 Monica de Oliveira Pinheiro da Silva profmonica@gmail.com <p>Resenha do livro:</p> <p>DONATONI, Alaíde Rita (Org.). <strong>Avaliação escolar e formação de professores.</strong> Campinas: Alínea, 2008. 276p.&nbsp;</p> 2019-02-01T17:37:04+00:00 ##submission.copyrightStatement## http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3525 Sobre documentários no Brasil 2019-02-01T17:44:41+00:00 Thífani Postali Jacinto thifani.jacinto@prof.uniso.br <p>Entrevista com Thífani Postali Jacinto, doutoranda em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas, mestre em Comunicação e Cultura, graduada em Comunicação Social: Publicidade e Propaganda e especialista em Marketing pela Universidade de Sorocaba – Uniso - e, atualmente, é professora na mesma Universidade.&nbsp;</p> 2019-01-31T11:07:56+00:00 ##submission.copyrightStatement##