Educomunicação: as mídias móveis na cultura escolar

Autores

  • Márcia Maria Cassin de Lucena

Resumo

A proposta desta dissertação é pensar o celular como mídia em atividades
pedagógicas e suas influências sobre a cultura educacional. Para tanto, apoia-se no referencial teórico da educomunicação, trabalhando os conceitos da aprendizagem e da mediação. Aponta-se a importância de se pensar a comunicação e a educação como áreas convergentes e interrelacionadas. Nesta interface, a relevância desta pesquisa reside em contribuir com questões que façam parte da agenda daqueles que pensam nas aplicações das mídias nos ambientes educacionais e se questionam sobre a eficiência das práticas pedagógicas realizadas, no sentido de mobilizar uma aprendizagem mais significativa. Entre tantas
tecnologias disponíveis, o celular, cuja função era inicialmente a de realizar e receber chamadas, passou a ser uma mídia versátil, com capacidade para fotografar, filmar, assistir a vídeos, acessar a internet, entre outros. A comunicação, nessa perspectiva, é percebida por meio das relações com as tecnologias midiáticas, envolvendo interação e interatividade. Desse modo, o objetivo geral é o de compreender como esta mídia afeta o indivíduo no contexto educacional e sua relação com as práticas culturais. O objetivo específico é pensar as possibilidades do uso pedagógico do celular. Por isso, ao trazer à tona não só análises e discussões, como também experiências advindas desse espaço de formação, esta pesquisa utilizou a metodologia qualitativa. Diante dos registros organizados no espaço digital (gravações realizadas pelos estudantes), utilizaram-se trabalhos com o celular como recurso pedagógico, no ano de 2011, prosseguindo no ano letivo de 2012, na Escola Estadual Profª. Beathris Caixeiro Del Cistia, cidade de Sorocaba, estado de São Paulo. Também foi realizada uma pesquisa documental descritiva e interpretativa, por ter como um dos seus objetivos principais analisar os mecanismos de aprendizagens dos alunos com o uso da TICs,
especificamente o celular, e reconhecer a existência de uma lógica de dispositivos e ações, linguagens (mídia) e rotinas de procedimentos e relações que estão presentes na interação tecnológica e humanística do professor e aluno. Em relação aos resultados, a pesquisa buscou envolver o universo descrito pelos alunos em suas práticas cotidianas com o celular, como filmar, gravar, fotografar, enviar mensagens, ouvir músicas e enviar músicas por bluetooth, dentre outras, a fim de possibilitar a construção de novas formas de se dialogar com as aprendizagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2013-12-20

Como Citar

de Lucena, M. M. C. (2013). Educomunicação: as mídias móveis na cultura escolar. Tríade: Revista De Comunicação, Cultura E Mídia, 1(2). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/triade/article/view/1778

Edição

Seção

DISSERTAÇÕES