A representação da estrutura narrativa mítica na filmografia nacional: Cafundó

Autores

  • Regina Maria Gomes de Proença Universidade de Sorocaba

Resumo

O filme Cafundó (2005), dos diretores Paulo Betti e Clóvis Bueno, trata da vida do ex-escravo paulista João de Camargo (1858-1942). Considerado milagreiro, ele criou a Igreja do Bom Jesus do Bonfim da Água Vermelha no início do século XX na cidade de Sorocaba, localizada na região sudeste do Estado de São Paulo. Este trabalho visa a identificar, a partir da análise da representação fílmica da vida deste líder espiritual popular, elementos que podem estar relacionados à estrutura narrativa mítica denominada monomito pelo mitólogo estadunidense Joseph Campbell (1904-1987). Num primeiro momento, este estudo conceitua teoricamente as definições de monomito ou, como também é conhecida, a Jornada do Herói, por meio da revisão de literatura das obras de Joseph Campbell, do analista de roteiros estadunidense Christopher Vogler, do pesquisador brasileiro Edvaldo Pereira Lima, que introduziu o estudo da estrutura na área de Comunicação do país, inicialmente na Universidade de São Paulo, e da pesquisadora Monica Martinez, que defendeu na mesma universidade em 2002 a tese de doutorado pioneira sobre o assunto. Ainda nesta fase de status da arte, este trabalho busca mapear o conceito de arquétipo, conforme proposta do psiquiatra suíço fundador da psicologia analítica, Carl Gustav Jung (1875-1961). Estes aportes da área da Mitologia e da Psicologia dialogam, na área de Comunicação, com a teoria do pensamento complexo do filósofo francês Edgar Morin e a visão dialógica de narrativa de Cremilda Medina. A partir desta fundamentação teórica, procede-se à análise da estrutura narrativa do filme a partir da proposta de Martinez, numa tentativa de investigar uma possível relação entre a eventual ocorrência das etapas da estrutura narrativa mítica e o processo de mitologização de João de Camargo e a consequente incorporação pelo imaginário da comunidade nascida sob sua liderança, que prossegue ainda hoje por meio de cultos religiosos e de eventuais curas tidas como milagrosas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Como Citar

de Proença, R. M. G. (1). A representação da estrutura narrativa mítica na filmografia nacional: Cafundó. Tríade: Revista De Comunicação, Cultura E Mídia, 2(4). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/triade/article/view/2110

Edição

Seção

DISSERTAÇÕES