[1]
Martinez, M. 2015. O aspecto sombrio dos cientistas contemporerâneos: estudo de caso do programa Fantástico. Tríade: Revista de Comunicação, Cultura e Mídia. 3, 6 (dez. 2015).