[1]
R. M. Dos Santos, “Visualidade como ficção para o entretenimento.”, Tríade, vol. 3, nº 6, dez. 2015.