Avaliação educacional: a abordagem por competências

Autores

  • Claisy Maria Marinho-Araujo
  • Mauro Luiz Rabelo

Resumo

Neste artigo, discutem-se os referenciais utilizados na compreensão do conceito de competência, com o objetivo de clarificar e ampliar sua abrangência. No âmbito educacional, a avaliação é um processo amplo, complexo, que ultrapassa sobremaneira o nível do indivíduo, com desdobramentos coletivos e institucionais. Com características e finalidades educativas e pedagógicas, o processo vai muito além do estabelecimento de indicadores de classificação meritocrática de estudantes, cursos e instituições, devendo ocupar-se da investigação acerca da formação humana e da construção da cidadania, considerando questões subjetivas e contextuais. O processo de avaliação deve ter caráter formativo e de desenvolvimento, de modo a influenciar a reconfiguração de contextos, condições sociais e propostas pedagógicas, para que esses se constituam em opções mais favoráveis à construção das competências necessárias ao perfil que se deseja formar. Na última década, estudos, pesquisas e políticas educacionais têm utilizado a avaliação de competências como orientação para elaboração de instrumentos, bem como para processos de monitoramento da qualidade da educação e da formação profissional. Sinalizando, desse modo, os desafios das propostas que envolvem estudos da dinâmica do processo de desenvolvimento de competências e de sua avaliação, discute-se também, neste artigo, a matriz de competências como opção teórico-metodológica para fundamentar procedimentos em avaliação e oportunizar indicadores, ações e estratégias que promovam escolhas mais favoráveis à formação educacional e profissional com base em competências, levando em consideração um contexto mais global.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-07-28

Como Citar

MARINHO-ARAUJO, C. M.; RABELO, M. L. Avaliação educacional: a abordagem por competências. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 20, n. 2, 2015. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/2278. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos