Avaliação dos índices de evasão nos cursos de graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC

Autores

  • Delsi Fries Davok
  • Rosilane Pontes Bernard

Resumo

A pesquisa teve o objetivo de avaliar o panorama da movimentação dos alunos de graduação ao que se refere à evasão nos cursos de graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Trata-se de uma pesquisa exploratória, de abordagem quantitativa, caracterizada como pesquisa de avaliação, delimitada a 25 cursos de graduação presenciais, com concluintes no período 2008-2010. A coleta de dados limitou-se à literatura para a contextualização e identificação de possíveis causas do fenômeno da evasão, e aos registros acadêmicos dos alunos ingressantes nos cursos da UDESC, via vestibular. Alinhada a uma política nacional de pesquisa da evasão na educação superior, a fórmula utilizada para o cálculo dos índices de evasão estabelece uma relação entre o número de concluintes e ingressantes de uma determinada turma, considerando o tempo de integralização do curso (Edital MEC/SESU nº 08/2007–REUNI). Os resultados apontam que os menores índices de evasão, no período analisado, ocorreram nos cursos da área de Ciências da Saúde (19,6%) e os maiores nos cursos das áreas de Ciências Exatas e da Terra (58,6%), Engenharia (41,0%), e Linguística, Letras e Artes (45,9%). O índice médio de evasão nos 25 cursos avaliados foi de 38,2%.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-07-2016

Como Citar

DAVOK, Delsi Fries; BERNARD, Rosilane Pontes. Avaliação dos índices de evasão nos cursos de graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 21, n. 2, 2016. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/2604. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos