AVALIAÇÃO DE PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO PELOS FUNCIONÁRIOS: ESPAÇOS E REPRESENTATIVIDADE

Autores

  • Jorge Luís Moreira Alberto Pontifícia Universidade Católica-Campinas
  • Newton César Balzan Pontifícia Universidade Católica-Campinas

Resumo

Os estudos, de diferentes vertentes e enfoques, afirmam que o processo de educação escolarizada não se reduz à sala de aula e se viabiliza pela ação articulada entre todos os agentes educativos. Preocupando-nos com o baixo protagonismo dos funcionários (corpo técnico-administrativo) na construção do projeto político-pedagógico e levando em conta o fato de que os debates não têm enfocado regiões periféricas do processo pedagógico, o presente texto é parte de uma pesquisa mais ampla, de natureza quali-quantitativa, no campo da avaliação institucional, e tem como objeto de reflexão o espaço do Projeto Político-Pedagógico de uma Universidade e suas Unidades Acadêmicas, a partir da representatividade e avaliação desse Projeto pelos funcionários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-07-05

Como Citar

ALBERTO, J. L. M.; BALZAN, N. C. AVALIAÇÃO DE PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO PELOS FUNCIONÁRIOS: ESPAÇOS E REPRESENTATIVIDADE. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 13, n. 3, 2010. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/280. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos