A sustentabilidade nos projetos pedagógicos no ensino superior:

um estudo sobre a engenharia de produção nas universidades públicas do Estado de São Paulo

Autores

  • Tiago Juliano Universidade Federal de São Carlos
  • Ismail Barra Nova de Melo Universidade Federal de São Carlos
  • Silvio César Moral Marques Universidade Federal de São Carlos

Resumo

A Engenharia de Produção apresenta competências vinculadas à compreensão das relações entre o fenômeno produtivo e seus desdobramentos nos âmbitos econômicos, sociais e ambientais, atribuindo aos profissionais que atuam neste campo um papel relevante no desenvolvimento de alternativas que minimizem os impactos dos sistemas de produção, como exigência da sustentabilidade. O projeto pedagógico de um curso, por sua vez, é um processo de construção coletiva que revela a visão de mundo e de sociedade dos atores envolvidos com a instituição de ensino. Esta investigação é uma pesquisa documental que busca identificar quais dimensões do conceito de sustentabilidade são abordadas nas propostas pedagógicas das graduações em Engenharia de Produção de universidades públicas em São Paulo. A análise do conteúdo dos projetos da Escola Politécnica e da Escola de Engenharia de São Carlos, da Universidade de São Paulo; e da Universidade Federal de São Carlos indica uma concepção de sustentabilidade associada à preocupação com os impactos ambientais do sistema produtivo e que enfatiza o papel da empresa e da tecnologia, configurando as dimensões privilegiadas nas propostas destes cursos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-11-2017

Como Citar

JULIANO, Tiago; MELO, Ismail Barra Nova de; MARQUES, Silvio César Moral. A sustentabilidade nos projetos pedagógicos no ensino superior:: um estudo sobre a engenharia de produção nas universidades públicas do Estado de São Paulo. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 22, n. 3, 2017. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/3140. Acesso em: 23 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos