A Formação de um arquiteto social e ético

dilemas das universidades brasileiras

Autores

Resumo

O artigo tem como objetivo apresentar e discutir a formação social e ética do arquiteto, a partir do pensar reflexivo no ensino de Arquitetura e Urbanismo no Brasil. A universidade tem se limitado a ser um órgão de repetição e de difusão do saber elaborado em outros locais com diferentes realidades, e que muito pouco tem contribuído para uma integração nacional, consequência de uma análise crítica da nossa realidade. O profissional Arquiteto e Urbanista da atualidade precisa repensar sua atuação na sociedade, tendo especial atenção às questões humanísticas e sustentáveis, com vistas a proporcionar a melhoria da qualidade de vida dos seres humanos. Dessa forma, entender as formas de aprendizagem por meio de um ensino prático-reflexivo, é de suma importância para o desenvolvimento do ensino de Arquitetura e Urbanismo no Brasil. A pesquisa de caráter exploratório bibliográfica visa analisar os estudos que se propõem a auxiliar os docentes e discentes em adquirirem aptidões essenciais para atingir competências em zonas indeterminadas da prática. Algumas tentativas de discussão sobre o ensino e a constituição de uma verdadeira universidade no Brasil foram abordadas nesse artigo, por meio de análises de documentos e entrevistas como a Conferência Episcopal Latino-Americana - CELAM e a Carta para a Educação dos Arquitetos- UNESCO/UIA. Conclui-se que as Instituições de Ensino Superior brasileiras devem reestruturar a sua forma de ensinar Arquitetura e Urbanismo; visando a formação de profissionais reflexivos, criativos e colaborativos, uma vez que estas contribuirão efetivamente para a consolidação da formação social e ética do Arquiteto e Urbanista no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-01-2019

Como Citar

FERREIRA, Cláudio Lima; FLÓRIO, Wilson. A Formação de um arquiteto social e ético: dilemas das universidades brasileiras. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 23, n. 3, 2019. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/3501. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos