Dever profissional entre pesquisadores de engenharias e áreas tecnológicas no Brasil e na Finlândia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/s1414-40772019000100009

Resumo

Este artigo é resultado de uma pesquisa comparada entre pesquisadores de engenharias e áreas tecnológicas do Brasil e da Finlândia. O objetivo foi identificar as diferenças que cada grupo formulava a respeito de seu papel como pesquisadores em suas respectivas sociedades, conectando isso à sua percepção acerca do reconhecimento social de sua atividade. Foram entrevistados onze pesquisadores brasileiros e doze finlandeses. O questionário, de perguntas objetivas e abertas, se baseou em duas categorias: o reconhecimento social da atividade científica e a importância por eles atribuída a esta atividade. A partir da conexão entre essas duas categorias nas falas dos entrevistados, trabalhou-se com a noção de dever de cada grupo de pesquisadores, identificando como mobilizavam uma ideia de seu papel na sociedade. Conclui-se que, diante da falta de reconhecimento de suas atividades no Brasil, os entrevistados se veem na posição de desenvolver a sociedade. Diante do reconhecimento no caso finlandês, os entrevistados aprofundam a importância do caráter estritamente científico de sua atividade profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-05-2019

Como Citar

GUERRINI, Daniel; OLIVEIRA, Renato de. Dever profissional entre pesquisadores de engenharias e áreas tecnológicas no Brasil e na Finlândia. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 24, n. 1, 2019. DOI: 10.1590/s1414-40772019000100009. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/3616. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos