Programas de avaliação externa na educação superior brasileira, repercussões até o SINAES e consequências no contexto UFRGS

Autores

Resumo

Neste artigo, aborda-se o contexto da avaliação nacional, iniciando pela grande expansão de instituições de ensino superior brasileiro, o que demandou uma ampliação e aperfeiçoamento dos processos de avaliação. A seguir, resgata-se os diversos e sucessivos programas de avaliação propostos pelas agências reguladoras da educação superior, e o intenso processo de debate que geraram, com diferentes atores sociais envolvidos, até culminar na proposição da Lei do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). Como resultado do processo, aborda-se o caso da UFRGS, para demonstrar as adaptações necessárias em uma Universidade, na qual a avaliação passou por diversas fases, da resistência inicial, até a adesão e a consolidação. Analisa-se as consequências geradas pelas exigências da avaliação externa e o contexto da avaliação interna à UFRGS, verificando as repercussões e características próprias que assumiu a avaliação institucional nesta Universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-09-19

Como Citar

MAGALHÃES, N. M. E.; RODRIGUES, C. M. C. Programas de avaliação externa na educação superior brasileira, repercussões até o SINAES e consequências no contexto UFRGS. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 24, n. 2, 2019. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/3724. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos