Avaliação de impacto de políticas públicas

o estudo de caso do PIBIC/ICMBio no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1414-40772020000300009

Palavras-chave:

Iniciação científica, Formação socioambiental, Análise de evidências

Resumo

A avaliação de impacto baseada em evidências apresenta elevado potencial para subsidiar a tomada de decisão, melhorar a implementação das políticas públicas e respaldar a transparência da gestão. Diante desta perspectiva, a presente pesquisa teve como objetivo desenvolvê-la utilizando, como estudo de caso, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (PIBIC/ICMBio), o qual completou 10 anos de implementação no país. O Programa constitui a ferramenta do Instituto para explicitar quais conhecimentos ou informações são imprescindíveis para impulsionar as ações de intervenção para a gestão e manejo da biodiversidade brasileira. A avaliação foi realizada a partir da pesquisa documental, da observação participante, da formulação da cadeia de resultados, da consulta a atores-chaves e do desenvolvimento da cartografia temática. Os resultados evidenciaram o alcance dos objetivos do PIBIC/ICMBio; sua relevância para as demais atribuições do próprio ICMBio; sua coerência com as principais políticas brasileiras de fomento e execução programas de pesquisa, proteção, preservação e conservação da biodiversidade e de educação ambiental; sua eficiência em relação aos custos envolvidos; seu valor agregado e sua potencialidade para o know-how de apoio a tomada de decisão sobre manejo e conservação da biodiversidade no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAKI, Eduardo et al. Zoneamento do risco de incêndio florestal para o Parque Nacional de São Joaquim – SC. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 5., 2013, Brasília. Anais [...]. Brasília: ICMBio, 2013. p. 114. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/o-que-fazemos/7outANAISVSPIC2013.pdf. Acesso em: 10 out. 2018.

ARCHELA, Rosely; THÉRY, Hervé. Orientação metodológica para construção e leitura de mapas temáticos. Confins, Londrina, v. 3, p. 1-21, 2008.

BARBERENA, Iara et al. Visitação na cachoeira da fumaça na semana santa e a reação dos grupos de visitantes a ações de esclarecimento sobre normas ambientais. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 3., 2011, Brasília. Anais […]. Brasília: ICMBio, 2011. p. 132. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

BARLOW, Jos et al. The future of hyperdiverse tropical ecosystems. Nature, California, v. 559, p. 517-526, 2018.

BATISTA, Cristina; NUNES, Cíntia. Gestão aplicada dos dados de uso público na Floresta Nacional do Tapajós (PA). In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 3., 2011, Brasília. Anais […]. Brasília: ICMBio, 2011. p. 52. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

BAYLIS, Kathy et al. Mainstreaming Impact Evaluation in Nature Conservation. Conservation Letters, Estados Unidos, v. 9, n. 1, p. 58-64, 2016.

BRASIL, Lucas; CASTRO, Ernesto. O impacto das espécies exóticas e invasoras no Parque Nacional da Tijuca: inventário da ocorrência de gramíneas e de Artocarpus heterophillus Lam. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ENCONTRO DE INICIAÇÃO CINETÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 7., 2015, Brasília. Anais [...]. Brasília: ICMBio, 2015. p. 68. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

BRASIL. Presidência da República. Decreto nº 8.866, de 3 de outubro de 2016. Aprova o Estatuto do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, Brasília, 2016.

BRASIL. Portaria ICMBio nº 79, de 06 de outubro de 2008. Estabelece o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Instituto Chico Mendes - PIBIC/ICMBIO. Disponível em: https://www.normasbrasil.com.br/norma/portaria-79-2008_205569.html. Acesso em: Acesso em: 1 out. 2018.

CARVALHO, Tatiane et al. Área de vida e dieta do cachorro-vinagre (Speothos venaticus) no Cerrado, Nova Xavantina (MT). In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 5., 2013, Brasília. Anais [...]. Brasília: ICMBio, 2013. p. 31. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

CASTRO, Ernesto; CRONEMBERGER, Cecília. Da ciência ao manejo: o conhecimento científico e a gestão da pesquisa no Parque Nacional Serra dos Órgãos. In: CRONEMBERGER, Cecília; CASTRO, Ernesto. Ciência e conservação na Serra dos Órgãos. Brasília: IBAMA, p. 27-38, 2007.

CASTRO, Paula. Ciência e Gestão em Unidades de Conservação: o caso do Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR), SP. 2004. 131p. Dissertação (Mestrado) - UNICAMP, Campinas, 2004.

COORDENAÇÃO DE PESQUISA E DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO SOBRE BIODIVERSIDADE (COPEG/ICMBIO). Monitoramento anual do PIBIC/ICMBIO. Brasília, 2018.

CONVENTION ON BIOLOGICAL DIVERSITY (CBD). Tools to evaluate the effectiveness of policy instruments for the implementation of the Strategic Plan For Biodiversity 2011-2020. Montreal, 2017.

EUROPEAN COMMISSION (EU). Commission staff working document fitness check of the EU Nature Legislation (Birds and Habitats Directives). Sweden, 2016.

GARAY, Irene; BECKER, Bertha. As dimensões humanas da biodiversidade. O desafio de novas relações sociedade-natureza no século XXI. Petrópolis: Vozes, 2006.

GERTLER, Paul et al. Avaliação de Impacto na prática. 2. ed. Washington D.C: Banco Mundial, 2018.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1987.

INKSCAPE. An Open Source vector graphics editor using the W3C standard Scalable Vector Graphics (SVG) file format. 2018. Disponível em: https://inkscape.org/pt-br/. Acesso em: 10 out. 2018.

INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE (ICMBIO). Impacto das Chamadas Internas de Projetos, Produto 2 - Oficina para o estabelecimento de diretrizes de editais como ferramenta de apoio à pesquisa. Brasília, 2018.

KUEFFER, Christoph et al. Enabling Effective Problem-oriented Research for Sustainable Development. Ecology and Society, Nova Scotia, v. 17, p. 4-8, 2012.

LEGAY, Jean-Marie. Interdisciplinarité et biodiversité: un grand défi. In: LEGAY, Jean-Marie (org.). L'interdisciplinarité dans les sciences de la vie. Paris: Editions Quæ Indisciplines, 2006a, p. 115-121.

LEGAY, Jean-Marie. La conservation et la gestion de la biodiversité: un défi pour l'interdisciplinarité. In: LEGAY, Jean-Marie (org.). L'interdisciplinarité dans les sciences de la vie. Paris: Editions Quæ Indisciplines, 2006b. p. 151-169.

MADEIRA, João et al. Distribuição espacial do esforço de pesquisa biológica na Serra do Cipó, Minas Gerais: subsídios ao manejo das unidades de conservação da região. Megadiversidade, Brasília, v. 4, p. 233-247, 2008.

MARTINS, Bianca et al. Monitoramento do padrão de tráfego da rodovia BR471 – ESEC do Taim e seus impactos sobre a fauna silvestre. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 7., 2015, Brasília. Anais […]. Brasília: ICMBio, 2015. p. 66. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

MASSARDIER, Gilles. Des rationalités multiples enchevêtrees modéle des ajustements mutuels. In: MASSARDIER, Gilles. Politiques et actions publiques. Paris: Armand Colin, 2003, p. 76-85.

MAY, Tim. Pesquisa social: questões, métodos e processos. Porto Alegre: Artmed, 2011.

MINAYO, Maria. Pesquisa social: teoria e método. Petrópolis: Vozes, 2002.

MINAYO, Maria. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2011.

MOREIRA, Sonia. Análise documental como método e como técnica. In: DUARTE, Jorge; BARROS, Antonio (org.). Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. São Paulo: Atlas, 2005. p. 269-279.

NICOLETTI, Marianni et al. Avaliação da efetividade do sistema de proteção à fauna existente na rodovia BR471 - Esec do Taim. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 5., 2013, Brasília. Anais [...]. Brasília: ICMBio, 2013. p. 26. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

OMENA, Michel et al. Parque Nacional de São Joaquim: do papel à realidade – uma proposta para a gestão do uso público. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 6., 2014, Brasília. Anais [...]. Brasília: ICMBio, 2014. p. 65. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

PRATES, Ana Paula; IRVING, Marta. Conservação da biodiversidade e políticas públicas para as áreas protegidas no Brasil: desafios e tendências da origem da CDB às metas de Aichi. Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 5, n. 1, p. 28-57, 2015. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/RBPP/article/view/3014. Acesso em: 10 dez. 2018.

QGIS. A Free and Open Source Geographic Information System. 2018. Disponível em: https://www.qgis.org/pt_BR/site/. Acesso em: 10 out. 2018.

SALERA JÚNIOR, Giovanni et al. Avaliação da atuação dos agentes comunitários de saúde da Reserva Extrativista Mapuá, Ilha de Marajó, Estado do Pará. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 5., 2013, Brasília. Anais [...]. Brasília: ICMBio, 2013. p. 22. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

SALLES, Paulo et al. Diagnóstico da invasão por coral sol (Tubastraea spp.) associada a impactos de grandes empreendimentos em ambientes estuarinos da Resex Marinha Baía do Iguape, Recôncavo Baiano. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 9., 2017, Brasília. Anais [...]. Brasília: ICMBio, 2017. p. 67. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

SALZO, Ivan. Avaliação do apoio à pesquisa nas unidades do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade: subsídios para a gestão estratégica. 116p. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2014. Disponível em: http://ava.icmbio.gov.br/mod/data/view.php?d=4&rid=495. Acesso em: 10 out. 2018.

SANTOS, Danilo; ROOS, Andrei. Banco de dados sobre aves brasileiras ameaçadas de extinção: atualização dos mapas de distribuição e avaliação da importância das unidades de conservação. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 1., 2009, Brasília. Anais [...]. Brasília: ICMBio, 2009. p. 46. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

SANTOS, Lucio; BECKER, Fernando. Conectividade de hábitat em bacias hidrográficas: simulações com múltiplas barragens e hierarquia de segmentos para conservação. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 5., 2013, Brasília. Anais […]. Brasília: ICMBio, 2013. p. 47. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

SILVA JÚNIOR, José Martins. Projeto Golfinho Rotador: um programa pesquisa, conservação e manejo de golfinhos em Fernando de Noronha. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, 1., 2009, Brasília. Anais […]. Brasília: ICMBio, 2009. p. 26. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/pesquisa/seminarios-de-pesquisa. Acesso em: 10 out. 2018.

THÉRY, Hervé. Présentation détaillée du projet scientifique Territoires et mondialisation dans les pays du Sud, Projet d'Unité Mixte de Recherche. Paris: Institut de Recherche pour le Développement, École Normale Supérieure, 1999.

TOZATO, Heloisa. Impactos das mudanças climáticas na biodiversidade das zonas úmidas: uma análise sobre políticas públicas e gestão no Brasil e da França. 409p. Tese em cotutela (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental, Universidade de São Paulo, São Paulo, Doctorat en Géographie, Université de Rennes 2, Rennes (França), 2015. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-02032016-081209/pt-br.php. Acesso em: 5 nov. 2018.

TOZATO, Heloisa. Gestão da biodiversidade na União Europeia: o Programa Natura 2000 como instrumento para o alcance da Meta 11 de Aichi. Revista Gestão & Políticas Públicas, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 164-184, 2016. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rgpp/article/view/144320. Acesso em: 10 nov. 2018.

WHITE, Howard. Theory-based impact evaluation: principles and practice. Journal of Development Effectiveness, Londres, v. 1, n. 3, p. 271-284, 1999. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/19439340903114628. Acesso em: 10 nov. 2018.

Downloads

Publicado

18-11-2020

Como Citar

TOZATO, Heloisa de Camargo; BEZERRA, Fernanda de Araújo; MARTINS, Elizabeth Maria Maia de Albuquerque; BACELLAR, Ana Elisa de Faria; SALZO, Ivan; JORGE, Rodrigo Silva Pinto; RIBEIRO, Katia Torres. Avaliação de impacto de políticas públicas: o estudo de caso do PIBIC/ICMBio no Brasil. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 25, n. 3, 2020. DOI: 10.1590/S1414-40772020000300009. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/4112. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.