A APRENDIZAGEM UNIVERSITÁRIA PÓS-GRADUADA E INSERÇÃO PROFISSIONAL

Autores

  • António Maria Martins
  • Yvette Parchão

Resumo

O trabalho que aqui se apresenta resultou dum projecto de investigação mais vasto onde foram estudadas as mudanças: na universidade, em Portugal; nas relações que se estabelecem entre a universidade e a sociedade suporte; nos processos de formação pós-graduada (mestres e doutores) no que respeita aos conteúdos e aos métodos de ensino e de aprendizagem; nos efeitos dessa formação, tanto para os sujeitos como para os sistemas a que estão associados. Desta problemática global apenas damos conta aqui da apreciação feita à formação ocorrida na universidade quanto aos conteúdos, às metodologias de ensino-aprendizagem e aos recursos materiais e humanos colocados à disposição dos formandos e à inserção profissional e níveis de satisfação socioprofissional e pessoal. A importância do estudo decorre dos contributos do conhecimento produzido para a avaliação da universidade. O trabalho foi realizado em quatro universidades e a informação foi recolhida através de inquéritos por questionário e entrevistas, tanto a mestres e doutores como aos responsáveis pela formação realizada. Relativamente às questões que nos propusemos aqui dar conta verifica-se que os conteúdos e os processos de ensino-aprendizagem são bastante satisfatórios tanto na perspectiva individual quanto nos seus efeitos para o sistema económico e educativo. Não obstante são referidas diferenças significativas daquilo que ocorre em outros países europeus. Sobre o outro conjunto de questões são referidos bons níveis de inserção no sistema de emprego/trabalho, adequação entre os conteúdos aprendidos e os desempenhos profissionais e, decorrente disto, elevados níveis de satisfação do ponto de vista pessoal e social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MARTINS, A. M.; PARCHÃO, Y. A APRENDIZAGEM UNIVERSITÁRIA PÓS-GRADUADA E INSERÇÃO PROFISSIONAL. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 17, n. 1, 2012. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/746. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos