AVALIAR PROJETO METODOLÓGICO: ISTO É POSSÍVEL?

Autores

  • Marisa Aparecida Pereira Santos
  • Carolina Nunes Pegoraro
  • Ilda Basso
  • Maria Auxiliadora de Castilho
  • Thiago Macedo Silvestre

Resumo

O objetivo deste trabalho é relatar os resultados da avaliação somativa do Projeto Pedagógico

Syllabus, implantado no início de 2008, nos cursos de graduação oferecidos pela Universidade Sagrado Coração (USC), localizada na cidade de Bauru, no interior do Estado de São Paulo. Para isso, avaliou-se o desempenho de uma amostragem de estudantes da USC, ingressantes dos cursos de Pedagogia, História, Arquitetura e Urbanismo e Ciência da Computação, que durante um ano utilizaram a metodologia Syllabus, nas questões de formação geral do ENADE/2008. Os dados analisados são relativos à comparação do desempenho dos estudantes da USC com estudantes dos mesmos cursos em outras instituições de Ensino Superior, localizadas na região de Bauru, e também com a média geral dos estudantes destes cursos no Brasil. Foram ainda analisados os resultados de uma avaliação interna feita pela Universidade em 2009, sobre a aplicação desta nova metodologia de ensino-aprendizagem. Com relação ao desempenho nas questões do ENADE/2008, observou-se que os melhores resultados foram obtidos pelos estudantes da USC. Além disso, verificou-se que os estudantes de Pedagogia e História, que obtiveram, dentre os cursos avaliados, o melhor desempenho nas questões de formação geral do ENADE/2008, foram os que apontaram na avaliação da metodologia, o maior índice de participação nas Leituras e Atividades Prévias recomendadas pelos docentes. As evidências encontradas sugerem que a metodologia Syllabus tem apresentado um impacto positivo na aprendizagem dos universitários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

SANTOS, Marisa Aparecida Pereira; PEGORARO, Carolina Nunes; BASSO, Ilda; CASTILHO, Maria Auxiliadora de; SILVESTRE, Thiago Macedo. AVALIAR PROJETO METODOLÓGICO: ISTO É POSSÍVEL?. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 16, n. 2, 2011. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/900. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos