O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A titulação mínima exigida para publicação neste periódico é doutorando, em coautoria com o orientador ou com um doutor. As resenhas podem ser assinadas também por mestrandos.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word.
  • URLs para as referências foram informadas.
  • O texto deve ser digitado em fonte Arial, corpo 12, com espaçamento 1,5. O recurso itálico, no corpo do texto, deve ser utilizado somente para palavras estrangeiras.
  • Imagens - indicar no corpo do texto o local de inserção e enviá-las em arquivo separado. As imagens devem ser apresentadas em alta resolução (300 dpi - .jpg ou .tif) com largura mínima de 10 cm (altura proporcional).
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

Diretrizes para Autores

A Tríade tem como objetivo a publicação de trabalhos inéditos, de autoria individual ou coletiva de pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior com titulação, preferencialmente, de doutores ou doutorandos em coautoria com mestres ou mestrandos, sob a forma de artigos ou resenhas, de autores nacionais e estrangeiros.

A publicação de artigos e de resenhas está condicionada a pareceres de membros da Comissão Científica ou de colaboradores ad hoc

Respeitando-se o sistema de avaliação às cegas, os dados de identificação do(s) autor(es), não deverão constar no documento (word) submetido à Tríade, assim como o texto do artigo não deve conter referências que permitam a identificação da autoria. O(s) nome(s) do(s) autores por extenso (no máximo três autores), filiação acadêmica, cidade, estado, país, e-mail e nº do orcid, deverão ser inseridos na seção SUBMISSÕES ONLINE - CADASTRO DE USUÁRIOS. Os originais enviados sem esses dados, serão descartados.

Normas para submissão de originais

Os textos podem ser redigidos em língua estrangeira (preferencialmente inglês e espanhol), entretanto, os metadados, compreendendo o títuloresumo e palavras-chave devem ter versão nos idiomas portuguêsinglês.

Apresentação 

O arquivo deve ser em Word, corpo 12, fonte Arial, espaçamento 1,5, página A4, justificado e os parágrafos com entrada de 1,25 cm. Os artigos devem ter entre 35 mil e 50 mil caracteres (com espaço); as resenhas até 6.000 caracteres (com espaço); dissertações e teses (em forma de resumo expandido, com quatro itens (sem numeração): introdução, objetivos, metodologia e resultados, perfazendo não mais que 4000 caracteres (com espaço).

Estrutura do artigo

A estrutura do artigo deve seguir a sequência: título (português; inglês); resumo (português, inglês); palavras-chave (5 palavras chaves logo após o resumo nos respectivos idiomas (português, inglês); corpo do texto e referências (inserir apenas obras citadas no texto).

Título em português: Arial 14, negrito, centralizado; a primeira letra maiúscula, as restantes minúsculas. Havendo subtítulo, deverá vir depois de dois pontos (:).

Título em inglês: Arial 12, sem negrito, centralizado; a primeira letra maiúscula, as restantes minúsculas. Havendo subtítulo, deverá vir depois de dois pontos (:).

Resumo:  O resumo deve apresentar ao leitor o problema de pesquisa, os objetivos, a metodologia, a relevância do estudo e apresentar os resultados obtidos. Deve ser constituído de uma sequência de frases concisas e objetivas, com extensão de 800 a 1.000 caracteres (com espaço). A palavra resumo não tem negrito, tanto ela quanto o texto devem ser grafados em Arial 12, espaço simples justificado.

Palavras-chave: Palavra 1. Palavra 2. Palavra 3. Palavra 4. Palavra 5. (Observe que entre cada palavra há um ponto. A Tríade utiliza cinco palavras-chave que devem identificar o conteúdo do texto o mais precisamente possível). Também a palavra deve vir sem negrito no mesmo padrão do resumo.

 A palavra Introdução e os entretítulos devem ser numerados em algarismo arábico, sequencial; formatados Arial negrito 12, caixa alta e baixa, espaço 1,5 alinhado à esquerda.

 O texto deve ser formatado em Arial, corpo 12, espaço 1,5 justificado. Primeira linha do parágrafo a 1,25cm. O tamanho para artigos é de 25.000 a 35.000 caracteres sem espaço (12 a 20 páginas), incluindo resumos e referências bibliográficas.

 No corpo do texto, o itálico deve ser utilizado apenas para palavras estrangeiras. Sugerimos não acrescentar destaques, grifos etc. Títulos de obras devem aparecer com letra maiúscula apenas no início da primeira palavra (Exemplo: Caminhos da semiótica literária), e capítulos, contos, ou partes de uma obra devem ser apresentados entre aspas.

Outros usos do itálico:

             In: que indica parte da obra;  

et al. para indicação de mais de 4 autores;

[S. l.] que indica sem local de publicação;

[s. n.] que indica editora sem identificação na publicação.

[S.l.: s.n.] que indica local e editora sem identificação na publicação.

Sobre a organização das Referências

As Referências (de acordo com as normas da ABNT-NBR-6023/2018) devem conter somente as obras citadas no texto).

A palavra Referências deve ser grafada em Fonte Arial, negrito, corpo 12, alinhada à esquerda, sem numeração.

As referências do texto devem estar em Arial, corpo 12, espaço simples, com espaço antes do parágrafo de 6 pontos, alinhadas à esquerda. O título da obra deve ser grafado em negrito, conforme os exemplos a seguir:

1 Exemplos

1.1 Livro

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

Observação: em livros com título e subtítulo, utilize negrito apenas no título. Quanto ao nome dos autores, ter o cuidado de uniformizá-los quer por extenso (JENKINS, Henry), quer abreviado (JENKINS, H.)

Quando houver quatro ou mais autores, convém indicar todos. Permite-se que indique apenas o primeiro seguido da expressão et al.”   (et al. em itálico)

Exemplo:

MOROSINI, Marília Costa; FERNANDES, Cleoni Maria Barbosa; LEITE, Denise; FRANCO, Maria Estela Dal Pai; CUNHA, Maria Isabel da; ISAIA, Silva Maria Aguiar. A qualidade da educação superior e o complexo exercício de propor índices. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 21, n. 64, p. 13-37, jan./mar. 2016.

Ou

MOROSINI, Marília Costa et al. A qualidade da educação superior e o complexo exercício de propor índices. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 21, n. 64, p. 13-37, jan./mar. 2016.

 

Autores repetidos: o uso do sublinhado não é mais indicado para representar o mesmo autor da obra anterior na lista de referências. Repete-se a mesma autoria quantas vezes forem necessárias.

Exemplo

DRIGO, M. O.; SOUZA, L.C.P. Publicidade no contexto intercultural de São Paulo antes e depois da “Cidade Limpa”. São Paulo: Annablume, 2012.

DRIGO, M. O.; SOUZA, L.C.P. Aulas de semiótica peirceana. São Paulo: Annablume, 2013.

1.2 Artigo em revista

BARROS, Laan Mendes de e VELOSO NETO, Solon Barbosa. Claros e escuros: violências na sociedade midiatizada brasileira. Revista de Estudos Universitários, Sorocaba, v. 42, n. 2, p. 299 – 316, dez. 2016.

Observação: Depois de v., n. e p. deve ser dado um espaço em branco.

1.3 Artigo disponível na internet

KELLNER, Douglas. O apocalipse social no cinema contemporâneo de Hollywood. Matrizes, São Paulo, v. 10, n. 1, p. 13-28, jan/abr. 2016. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/matrizes/article/view/119525>. Acesso em: 18 dez. 2016.

Observação: Os meses do ano, na língua portuguesa, são substantivos comuns, portanto, grafados em letra minúscula

1.4 Teses e dissertações

OLIVEIRA, Felipe Parra Alves de. Comunicação contemporânea, cultura digital e práticas socioculturais: relações entre usuário-interator e tecnologia QR Code. 2016. 123 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura) - Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura, Universidade de Sorocaba, Sorocaba, 2016.

1.5 Textos em Anais de eventos

SILVA, Mirian Cristina Carlos e SANTOS, Tarcyanie Cajueiro. Peregrinar para narrar: uma leitura de narrativas sobre o Caminho de Santiago de Compostela. InENCONTRO DA COMPÓS, XXIV, 2015, UCB-Brasília. Anais: Compós, 2015. p. 1-14.

1.6 Textos publicados em jornais (assinados)

GALHARDO, Ricardo. Temer faz agrado a Dória por reforma da Previdência. O Estado de São Paulo, São Paulo, 8 ago. 2017. Política, p. A 4.

1.7 Textos publicados em jornais (não assinados)

MERCOSUL pune Maduro. O Estado de São Paulo, São Paulo, 8 de agosto 2017. Editorial, p. A3.

1.8 Textos publicados em revistas jornalísticas (assinados e não assinados)

A FEBRE paralisante. Veja. São Paulo: Editora Abril, edição nº 870, 1985.

Observação: quando o autor estiver identificado, basta usar o mesmo padrão, substituindo a entrada da referência pelo sobrenome de quem assina do texto.

1.9 Textos jornalísticos on-line (assinados e não assinados)

MENDONÇA, Heloísa. Concessões de Temer para se salvar detonam ajuste fiscal de Meirelles. El País Brasil. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2017/07/25/politica/1501018235_950795.html. Acesso em: 8 ago. 2017.

CONCESSÕES de Temer para se salvar detonam ajuste fiscal de Meirelles. El País Brasil. Disponível em:https://brasil.elpais.com/brasil/2017/07/25/politica/1501018235_950795.htm. Acesso em: 10 jan. 2017.

Observação: não há mais a utilização dos sinais <  > para mencionar os links.

2 Citações

2.1 Citação direta com até três linhas

As referências de autores, no corpo do texto, devem aparecer somente conforme segue:

Sobrenome do autor, ano, número da página da publicação. As palavras do autor devem vir entre aspas e com referência ao autor das seguintes maneiras: (Sobrenome do autor com letras maiúsculas – CAIXA ALTA, ano, p. xx), no final da citação e Sobrenome do autor com a primeira letra maiúscula (ano, p. xx), no corpo do texto.

Exemplos:

É próprio da imagem-movimento cinematográfica “extrair de veículos ou dos corpos móveis o movimento que é sua substância comum, ou extrair dos movimentos a mobilidade que é sua essência” (DELEUZE, 2009, p. 44).

Ou

No filme de época, segundo Deleuze (2009, p. 243), “[...] o traje, o vestuário e até mesmo os tecidos funcionam como comportamentos ou habitus e são indícios de uma situação que revelam”.

Observação: Ao omitir parte de citação direta, use o colchete com três pontos dentro dele. Se o número da página for formado por um só digito, não inserir zero à esquerda.

2.2 Citação Direta destacada do corpo do texto (com mais de três linhas)

Utilize fonte Arial corpo 11, entrelinha simples (1.0), justificado, com recuo de parágrafo, à esquerda, de 4cm. No caso de citações de textos digitais e entrevistas não é necessário aparecer número de página, exceto quando o original tiver número de página. Observe que o ponto final é colocado após o parêntese contendo as informações da origem da fonte.

Exemplos:

Um segundo aspecto comum ao jornalismo e à etnografia é a utilização de ‘informantes’ para interpretar o que é apreendido em campo. Como um ator externo, jornalista e antropólogo podem cometer equívocos na hora de inferir valores ou de julgar determinadas situações. Por isso, é importante encontrar um reforço interpretativo entre os indivíduos partícipes das dinâmicas observadas. O repórter precisa de alguém que possa apresentar os detalhes das ocorrências sobre as quais vai tratar. E o etnógrafo, que conta com o auxílio de um ‘guia’, terá mais condições de apreender os significados que lhe escapam. (ROVIDA, 2015, p. 87).

Ou

A percepção não só retém ou reflete o que nos interessa como também não deixa passar o que, num primeiro momento, nos parecia indiferente. A importância disto é enfatizada por Deleuze (2009, p. 106-107):

Há forçosamente uma parte de movimentos exteriores que ‘absorvemos’, que refratamos, e que não se transformam nem em objetos de percepção nem em atos do sujeito; em vez disso eles vão marcar a coincidência do sujeito e do objeto numa qualidade pura. É esse o último avatar da imagem-movimento: a imagem-afeção. Seria um erro considerá-lo como uma falha do sistema percepção-ação. Pelo contrário, é um terceiro dado absolutamente necessário 

2.3 Citação indireta

Para citações indiretas usar somente sobrenome do autor, com a primeira letra maiúscula e no corpo do texto, separado por vírgula do ano de publicação. Não inserir sobrenome do autor, em caixa alta, e ano da publicação, no final do parágrafo.

 Exemplo:

Uma das tendências do pensamento comunicacional, segundo Miège (2000), constituiu-se em torno do método estrutural e suas aplicações linguísticas. O método estrutural - assim como o pensamento que lhe dá continuidade, o estruturalismo – teve um impacto profundo e duradouro sobre o pensamento comunicacional -, especialmente na análise estrutural das narrativas e das mensagens visuais e também na automatização da informação.

3 Notas

Notas numeradas (em algarismos ordinais) devem aparecer no final de cada página (notas de rodapé e/ou de pé de página). Corpo 10, Arial. As notas de rodapé devem ser usadas apenas para comentários, esclarecimentos e traduções. Elas não devem ser usadas para referências bibliográficas de qualquer espécie.

4 Gráficos, quadros, tabelas, imagens

 As imagens, tabelas e quadros devem constar no corpo do texto, além de encaminhados como documentos suplementares pelo sistema de submissão da revista, em formato JPG com resolução de 300 dpi, com largura mínima de 10cm (altura proporcional).

Devem ter um número em algarismo arábico, sequencial, inscritos na parte superior, precedida da palavra Tabela/Quadro/Figura. Colocar um título por extenso, inscrito no topo da tabela/quadro/figura, para indicar a natureza e abrangência do seu conteúdo. A fonte deve ser colocada imediatamente abaixo da tabela/quadro/figura para indicar a autoridade dos dados e/ou informações da tabela, precedida da palavra Fonte. Recomenda-se examinar os números da Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, disponíveis on line

Observaçãoa desconsideração das normas implicará a não-publicação do artigo.

Outras orientações para análise e correção dos textos para submissão:

  • Acrescentar ORCID no campo próprio, quando da inserção dos metadados.
  • Para as citações com mais de 3 linhas utilizar recuo de 4cm da margem.
  • Utilizar notas de rodapé somente para notas, sem indicação de citação de autoria porque não faz link na marcação de XML
  • Referenciar somente autores citados no texto e conferir se todos os autores citados foram referenciados.
  • Os artigos devem conter até 20 páginas.

5 Declaração de Direito Autoral

Os manuscritos aceitos e publicados são de propriedade da Revista de Estudos Universitários. É vedada a submissão integral ou parcial do manuscrito a qualquer outro periódico. A responsabilidade do conteúdo dos artigos é exclusiva dos autores. É vedada a tradução para outro idioma sem a autorização escrita do Editor, ouvida a Comissão Editorial.

6 Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

7 Resenhas

As resenhas devem ter de 3.500  a 6 mil caracteres (3 a 8 páginas), contendo o registro e a crítica de livros, teses e dissertações publicados nos últimos 12 meses.



As notas de rodapé devem restringir-se a comentários e observações pessoais, destinando-se a prestar esclarecimentos ou tecer considerações. Deverão ser numeradas e apresentadas ao pé da página em corpo 10.

 

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.