A imagem e a paisagem em John Constable: uma leitura

Autores

  • Ayao Okamoto Faculdade de Tecnologia Impacta

Resumo

Este texto apresenta uma leitura sobre a pintura Seascape Study with Rain Cloud, 1824, de John Constable, (1776-1837), ao levar em conta duas categorias crítico-conceituais: a imagem e a paisagem. Ao contextualizar historicamente a obra daquele que teria sido um dos precursores do Impressionismo, este trabalho descreve em quais condições foi desenvolvido tal estudo visual e a importância da natureza e do campo nesse período. De certa forma, essa situação permeia a visão europeia do Romantismo, tanto na literatura (a poesia, em especial) quanto na pintura. Os referenciais teóricos são Kenneth Clark (1961) e Keith Thomas (1989).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ayao Okamoto, Faculdade de Tecnologia Impacta

Artista visual e Doutor em Artes pela ECA-USP. Coordenador e Professor do curso de Produção Multimídia com ênfase em Design Digital da Faculdade Impacta de Tecnologia – FIT.

Publicado

2014-06-05

Como Citar

Okamoto, A. (2014). A imagem e a paisagem em John Constable: uma leitura. Tríade: Revista De Comunicação, Cultura E Mídia, 2(3). Recuperado de http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/triade/article/view/1904