As subdivisões do ícone e os sistemas de classes de signos de C. S. Peirce

uma investigação a respeito do modo de representação das qualidades

  • Priscila Monteiro Borges Universidade de Brasília

Resumo

O conceito de ícone se tornou muito conhecido no campo da comunicação, pois ele diz respeito ao modo de representação das qualidades. No entanto, na teoria semiótica peirceana o conceito de ícone apresenta muitas facetas. O objetivo desse artigo é apresentar as subdivisões do ícone dentro do contexto da obra de C. S. Peirce e desenvolvê-los a partir do desenvolvimento da semiótica, mais especificamente, dos sistemas de classes de signos na obra deste mesmo autor. Serão apresentadas propostas para relacionar o conceito de ícone puro e a subdivisão dos hipoícones aos sistemas de 10 e 66 classes de signos.

Publicado
Dez 11, 2017
Como Citar
BORGES, Priscila Monteiro. As subdivisões do ícone e os sistemas de classes de signos de C. S. Peirce. Tríade - Revista de Comunicação, Cultura e Mídia, [S.l.], v. 5, n. 10, p. p. 216 - p. 229, dez. 2017. ISSN 2318-5694. Disponível em: <http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/triade/article/view/2979>. Acesso em: 23 jan. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.22484/2318-5694.2017v5n10pp. 216 - p. 229.
Seção
ARTIGOS - Outras Perspectivas