Padrões discursivos na narrativa jornalística do The New York Times sobre refugiados na Europa: uma abordagem baseada em corpus

  • Guilherme Profeta Uniso
Palavras-chave: linguística de corpus

Resumo

Este estudo tem como objetivo identificar particularidades do padrão discursivo sobre os refugiados como personagens jornalísticos da cobertura do jornal The New York Times, em face à crise de refugiados do Oriente Médio na Europa. Utilizando como metodologia os métodos da linguística de corpus, este estudo dá sequência a uma pesquisa prévia publicada por Baker (2006), de natureza similar, que analisou a cobertura de jornais britânicos em 2003. Treze anos depois, considerando-se uma nova crise de refugiados na Europa, esse ainda é um tema bastante atual, infelizmente.

Referências

BAKER, Paul. Using Corpora in Discourse Analysis. London: Bloomsbury, 2006.

FAIRCLOUGH, Norman. Language and power. London: Longman, 1996.

HUNTINGTON, Samuel P. O choque de civilizações e a recomposição da ordem mundial. Rio de Janeiro: Objetiva, 1997.

PROFETA, Guilherme. O estrangeiro em tempos pós-modernos: Comunicação intercultural e identidade. Revista de Estudos Universitários, v. 38, p. 333-344, 2012.

TAHAN, Malba. A arte de ler e contar histórias. 4. ed. Rio de Janeiro: Conquista, 1964.

VAN DIJK, Teun Adrianus. Racism and the Press. London: Routledge, 1991.
Publicado
2018-09-05
Seção
ARTIGOS - Outras Perspectivas