Ciência, epistemologia e estudos de gênero na Universidade Federal do ABC

Relato sobre iniciativas para o fomento e institucionalização de uma área de pesquisa interdisciplinar

Autores

  • Charles Morphy Santos Universidade Federal do ABC
  • Cristina Fróes de Borja Reis Universidade Federal do ABC
  • Marília Mello Pisani Universidade Federal do ABC
  • Ana Carolina Boero Universidade Federal do ABC
  • Soraya Aparecida Cordeiro Universidade Federal do ABC

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2017v5n10p146%20-161

Resumo

Uma onda conservadora tem se alastrado no Brasil em muitos estratos sociais e políticos, e vem contaminado os debates universitários, especialmente sobre estudos de gênero e assuntos afins. Do ponto de vista docente, tal debate vinha sendo travado na Universidade Federal do ABC (UFABC) a partir de esforços individuais. Essa foi uma das motivações para que fosse criado um grupo de trabalho voltado a estudos de gênero, ciência e políticas educacionais, que foi ratificado pelo Conselho Universitário da UFABC. Após sessenta dias, o GT apresentou uma proposta de abertura de vaga de concurso intitulada “Ciência, epistemologia e estudos gênero”. A justificativa para essa posição relaciona-se especialmente à necessidade do debate em torno das hard science e os estudos de gênero. A vaga, aprovada em todas as instâncias da UFABC, foi aberta na área Interdisciplinar. O objetivo do presente artigo é apresentar o histórico do debate sobre a questão de gênero na UFABC, descrevendo a criação e a operação do GT de gênero e seus resultados. Fica claro que a abertura para posições mais inovadoras na universidade requer mobilização e capacidade de execução, dependendo tanto dos valores institucionais quanto de iniciativas de toda a comunidade universitária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Charles Morphy Santos, Universidade Federal do ABC

Doutor em Ciências (Área: Entomologia) pela Universidade de São Paulo. Professor de Biologia Evolutiva e Comparada dos Animais na Universidade Federal do ABC.

Cristina Fróes de Borja Reis, Universidade Federal do ABC

Doutora em Economia da Indústria e da Tecnologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora de Economia na Universidade Federal do ABC.

Marília Mello Pisani, Universidade Federal do ABC

Doutora em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos. Professora de Filosofia da Universidade Federal do ABC.

Ana Carolina Boero, Universidade Federal do ABC

Doutora em Ciências (Área: Matemática) pela Universidade de São Paulo. Professora de Matemática na Universidade Federal do ABC.

Soraya Aparecida Cordeiro, Universidade Federal do ABC

Bacharela em Administração de Empresas pela Fundação Armando Álvaro Penteado e Licenciada em Letras pela Universidade Bandeirante. Especialista em gestão pública pela Universidade Federal do ABC. Secretária-Geral junto a Reitoria da UFABC.

Publicado

2017-12-11

Como Citar

Santos, C. M., Reis, C. F. de B., Pisani, M. M., Boero, A. C., & Cordeiro, S. A. (2017). Ciência, epistemologia e estudos de gênero na Universidade Federal do ABC: Relato sobre iniciativas para o fomento e institucionalização de uma área de pesquisa interdisciplinar. Tríade: Comunicação, Cultura E Mídia, 5(10). https://doi.org/10.22484/2318-5694.2017v5n10p146 -161

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##