Sobre roupas e identidades:

anotações em torno da noção de ‘autor’ a partir do documentário ‘Identidade de Nós Mesmos’, de Wim Wenders

  • Beatriz Avila Vasconcelos Unespar
Palavras-chave: Identidade, Autoria, Wim Wenders, Johji Yamamoto, Documentário

Resumo

Em seu documentário ‘Identidade de nós mesmos’ (Alemanha-França, 1989), o diretor Wim Wenders se vê confrontado com o processo criativo de um outro artista - o estilista Johji Yamamoto -, com uma outra arte - a moda - e com uma outra cultura - a japonesa. A partir deste Outro tão flagrante, Wenders é instigado a repensar questões relativas à própria identidade da sua arte e de si mesmo como artista. ‘O que seria isto, identidade?’, ele se pergunta na abertura do filme, fazendo emergir neste contexto a questão do autor. É a partir dessa questão que este estudo se desdobra, retomando as discussões sobre a autoria no campo do cinema, em torno da chamada politique des auteurs, e da literatura, em torno das ideias de Michel Foucault e Roland Barthes, e procurando ver como elas reverberam nas questões postas por Wenders em seu filme.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Avila Vasconcelos, Unespar

Graduada em Letras (Português) pela Universidade Federal de Goiás (1994), mestre em Letras Clássicas pela Universidade de São Paulo (2000) e doutora na mesma área pela Universidade Humboldt de Berlim (2009). Na área de Estudos Clássicos, realizou pesquisas no campo da Retórica, do romance antigo, da escravatura antiga e do léxico latino, bem como da educação antiga e do cânone literário ocidental. Atualmente, atua como professora adjunta nos cursos de graduação do Colegiado de Letras da UNESPAR - Campus Paranaguá, onde desenvolve pesquisas na intersecção entre Cinema, Literatura e Estudos da Recepção.

Referências

ASTRUC, Alexandre. Naissance d’une nouvelle avant-garde: La câmera-stylo. L’écran Français. n. 144, 1948.

BAKHTIN, Mikhail. O autor e a personagem na atividade estética. In: BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BARTHES, Roland. A morte do autor. In: BARTHES, Roland. O Rumor da língua. Trad. Mário Laranjeira. São Paulo : Brasiliense, 1988.

BAZIN, André et al. La politique des auteurs. Cahiers du Cinéma. n. 70, 1957.

BERNARDET, Jean-Claude. O autor no cinema – a política dos autores, França, Brasil, anos 50 e 60. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BENVENISTE, Émile. O aparelho formal da enunciação. In: BENVENISTE, Émile. Problemas de linguística geral II. Trad. Eduardo Guimarães et alii. Campinas: Pontes, 2006.

BRUNN, Alain. L’auteur. Textes choisis et présentes par Alain Brunn. Paris: Flammarion, 2001.

CAUGHIE, John. Theories of authorship. London/New York: Routledge, 1981.

CHARTIER, Roger. O que é um autor? Trad. Luzmara Curcino. Revisão de uma genealogia. São Carlos: Edufscar, 2012.

FOUCAULT, Michel. O que é um autor? In: FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos vol. III. Estética: literatura e pintura, música e cinema. MOTTA, Manoel Barros da (Org.). Tradução de Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro: Forense, 2002.

GESTNER, David; STAIGER, Janet (orgs.). Authorship and Film. London/New York: Routledge, 2003.,

TRUFFAUT, François. Une certaine tendance du cinéma français. Cahiers du Cinéma. n. 31, 1954.

TRUFFAUT, François. Ali Baba et la ‘politique des auteurs’. Cahiers du Cinéma. n. 44, 1955.

WENDERS, Wim. Identidade de nós mesmos (Aufzeichnungen zu Kleidern und Städten). Direção: Wim Wenders. Alemanha Ocidental/França: Road Movies Filmproduktion GmbH (Berlin), 1988/89. Duração: 82 min. Formato: 35 mm; color, stereo.

Publicado
2018-12-17
Como Citar
Vasconcelos, B. (2018). Sobre roupas e identidades:. Tríade: Comunicação, Cultura E Mídia, 6(13), 38-52. https://doi.org/10.22484/2318-5694.2018v6n13p38-52
Seção
ARTIGOS - Outras Perspectivas