Jornalismo Gonzo Incubado no Brasil

Hunter S Thompson Experimentando o Estilo como Correspondente Internacional nos anos 1960

  • Eduardo Ritter Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), professor adjunto do campus de Frederico Westphalen
Palavras-chave: Jornalismo Gonzo, História do jornalismo, Correspondente internacional, Reportagem

Resumo

Em junho de 1970, o jornalista norte-americano Hunter S Thompson publica uma reportagem nada convencional sobre um evento de turfe na cidade de Louisville que inauguriaria o estilo que ficou conhecido como Jornalismo Gonzo. Poucos anos depois, veio a consagração literária de Thompson e do estilo com a obra Medo e Delírio em Las Vegas. No entanto, antes de ser chamado de Gonzo, o jornalista já trabalhava o seu estilo pessoal atuando como correspondente internacional na América Latina pelo jornal National Observer. Assim, o artigo observa algumas das características dos textos publicados nesse periódico que antecederam o surgimento do jornalismo gonzo, com ênfase na passagem do então novato repórter pelo Brasil.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Ritter, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), professor adjunto do campus de Frederico Westphalen

Professor adjunto do Departamento de Ciências da Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus Frederico Westphalen. Doutor pela Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul (PUCRS) com estágio doutoral na New Yokr University (Estados Unidos) e mestre pela mesma instituição. Autor do livro "A tribo jornalística de Erico Verissimo", publicado pela editora Unijuí (2016).

Referências

BULHÕES, M. Jornalismo e literatura em convergência. São Paulo: Ática, 2007.

DOMINGUES, J. Todos querem ser Gonzo, não Thompson. São Paulo: SBPJor, 2017 (anais).

FEYERABEND, P. Contra o método. Rio de Janeiro: Editora Unesp, 2003.

LIMA, E. Páginas ampliadas. Barueri: Manole, 2004.

MACHADO DA SILVA, J. O que pesquisar quer dizer – como fazer textos acadêmicos sem medo da ABNT e da Capes. Porto Alegre: Sulina, 2011.

MCKEEN, W. The outlaw journalist – the life and times of Hunter S. Thompson. New York: W.W. Norton & Company, 2008.

RITTER, E. Jornalismo gonzo: medo, delírio, mentiras sinceras e outras verdades. Florianópolis: Insular, 2018.

THOMPSON, H. S. A grande caçada aos tubarões – histórias estranhas de um tempo estranho. São Paulo: Conrad, 2004.

THOMPSON, H. S. Ancient gonzo wisdom – Interviews with Hunter S. Thompson. Cambridge: Da Capo Press, 2009.

THOMPSON, H. S. Fear and loathing in America – the brutal odyssey of na outlaw journalist. New York: Simon & Shuster Paperbacks, 2006.

THOMPSON, H. S. Reino do medo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

THOMPSON, H. S. The proud highway – Saga or a desperate Southern gentleman. New York: Ballantine Books, 1998.

VILAS BOAS, S. Jornalismo literário – um percurso filosófico. São Paulo: Texto Vivo, 2008.

WENNER, J.; SEYMOUR, C. Gonzo - The life of Hunter S. Thompson. New York - Boston - London: Back Bay Books, 2007.

Publicado
2019-08-10
Como Citar
Ritter, E. (2019). Jornalismo Gonzo Incubado no Brasil. Tríade: Comunicação, Cultura E Mídia, 7(15), 29-46. https://doi.org/10.22484/2318-5694.2019v7n15p29-46
Seção
ARTIGOS - Outras Perspectivas