Práticas discursivas semióticas de representatividade no sistema publicitário

Autores

  • Ariadni Ferrer Guimarães Frantz Loose UFSM
  • Juliana Petermann

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2020v8n17p139-157

Resumo

Este artigo tem por propósito fazer uma análise semiótica discursiva acerca da estratégia midiática de representatividade utilizada pelo Ministério da Educação, em junho de 2019, veiculada em uma peça digital do ProUni, presente na campanha dos programas de acesso ao ensino superior do Governo Brasileiro, a partir dos efeitos de sentido também percebidos nos comentários dos receptores nas redes sociais. Assim, buscamos responder a seguinte indagação: Quais os efeitos de sentido construídos na campanha de acesso ao Ensino Superior, em específico na peça publicitária sobre o ProUni, do Ministério da Educação? Cruzando essa análise com uma pesquisa exploratória de método bibliográfico das transformações das práticas discursivas do sistema publicitário, busca-se responder essa questão, compreendendo se ela foi eficaz em incluir as pluralidades étnico-raciais para representar os jovens estudantes, público com a qual estava interagindo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-07-01

Como Citar

Loose, A. F. G. F., & Petermann, J. (2020). Práticas discursivas semióticas de representatividade no sistema publicitário. Tríade: Revista De Comunicação, Cultura E Mídia, 8(17), 139-157. https://doi.org/10.22484/2318-5694.2020v8n17p139-157

Edição

Seção

ARTIGOS - Outras Perspectivas