O anonimato online como ponte entre experiências cotidianas e presença digital na performance identitária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2020v8n18p49-74

Resumo

O artigo aborda a dimensão política nas propriações do recurso do anonimato online, a partir de uma análise de conversações sobre migração no site cubano Cubadebate, entre 2013 e 2017. Explora-se a perspectiva das affordances da plataforma e as possibilidades expressivas desse recurso, a fim de argumentar a pertinência de abordagens que considerem a relevãncia do contexto comunicativo e político dessas práticas. O modelo de análise de conversações online complementa-se com entrevistas a jornalistas e diretores do meio, a partir de três eixos metodológicos que se entrelaçam: a dimensão textual dos comentários, da prática discursiva no ambiente digital e das características do contexto social mais amplo que rodeia essas interações. A pesquisa identifica três apropriações principais do anonimato que evidenciam essa prática como uma construção identitária que vincula a experiência cotidiana dos cubanos e sua presença online.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisa B. Ramírez Hernández, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda em Comunicação Social na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Brasil. Possui Mestrado pelo mesmo programa e formação como Licenciada em Jornalismo pela Universidad de La Habana, com especialização em Development Journalism pelo Indian Institute of Mass Communication, New Delhi. Excerceu como jornalista no Instituto Cubano de Radio y Televisión (ICRT). 

Angela C. Salgueiro Marques, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora Adjunta do Departamento de Comunicação Social
da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Doutora em
Comunicação Social  e Máster pelo mesmo programa dessa instituição. É membro da Asociação Brasileira de
Investigadores em Comunicação Organizacional e Relações Públicas
(ABRAPCORP), da qual foi vicepresidenta entre 2014 e 2016.

Referências

AJA, Antonio D. [et al.]. La migración internacional de cubanos. Escenarios actuales. Cuban international migration: current scenarios. Novedades en Población, Havana, v. 13, n. 26, p. 40-57, jul./dez. 2017.

ASENBAUM, Hans. Anonymity and Democracy: absence as presence in the public sphere, American Political Science Review, Cambridge, v. 112, n. 3, p. 459-472, 2018. Disponível em: https://www.cambridge.org/core/journals/american-political-science-review/article/anonymity-and-democracy-absence-as-presence-in-the-public-sphere/7D914F6529697778EB3D35C3C22065AE. Acesso em: 20 set. 2019.

BATHRICK, David. The Powers of Speech: The Politics of Culture in the GDR.

Lincoln: University of Nebraska Press, 1995.

BERG, Janne. The impact of anonymity and issue controversiality on the quality of online discussion. Journal of Information Technology & Politics, v. 13, n. 1, p. 37-51, 2016.

BUCHER, Taina; HELMOND, Anne. The Affordances of Social Media Platforms. In: BURGESS, Jean [et al.]. The SAGE Handbook of Social Media. London and New York: SAGE Publications Ltd, 2017.

BUENO, Thaísa. Para que servem os comentários de leitores na internet? Estudo sobre a utilidade da ferramenta nos sites de notícias a partir da estrutura do dispositivo e do modo de apropriação do internauta e do veículo. 2015. 265 f. Tese (Doutorado em Comunicação Social) – Programa de Pós Graduação em Comunicação Social, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul,Porto Alegre, 2015.

COE, Kevin; KENSKI, Kate; RAINS, Stephen A. Online and Uncivil? Patterns and Determinants of Incivility in Newspaper Website Comments. Journal of Communication, v. 64, p. 658–679, 2014.

D'ANDRÉA, Carlos F. d’B. Cartografando controvérsias com as plataformas digitais: apontamentos teórico-metodológicos. Galáxia, São Paulo, n. 38, p. 28-39, mai./ago. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/gal/n38/1519-311X-gal-38-0028.pdf.

Acesso em: 15 set. 2019.

FREELON, Deen G. Analyzing online political discussion using three models of democratic communication. New Media & Society, v. 12, n. 7, p. 1172-1190, 2010. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/1461444809357927.

Acesso em: 13 ago. 2019.

GRAHAM, Todd; WRIGHT, Scott. A tale of two stories from “Below the Line” comment fields at the Guardian. The International Journal of Press/Politics, v. 20, n. 3, p. 317-338, 2015. Disponível em:

https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/1940161215581926. Acesso em: 13 ago. 2019.

GUANCHE. Julio César. Estado, participación y representación políticas en Cuba: diseño institucional y práctica política tras la reforma constitucional de 1992. La Habana: Ruth Casa Editorial, 2015.

HERRERA, Alexei Padilla. A mídia religiosa na esfera pública em Cuba: o papel desempenhado pela revista Espacio Laical. 2016. 239 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) – Programa de Pós-graduação em Comunicação Social, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2016.

INTER PRESS SERVICE EN CUBA. Lo que no dicen las estadísticas sobre Internet en Cuba. 22 mar. 2018. Disponível em: https://goo.gl/BD2Cbv. Acesso em: 02 dez. 2019.

LINZ, Juan J. Del autoritarismo a la democracia. Estudios Públicos, n. 23, 1986.

Disponível em: https://goo.gl/Ud7TnV. Acesso em: 11 out. 2019.

MAIA, Rousiley C. M.; REZENDE, Thaiane A. S. Respect and disrespect in deliberation across the networked media environment: Examining multiple paths of political talk. Journal of Computer‐Mediated Communication, v. 21, n. 2, p. 121-139, 2016. Disponível em:

https://academic.oup.com/jcmc/article/21/2/121/4065365. Acesso em: 02 nov. 2019.

MINISTÉRIO DA INFORMÁTICA Y AS COMUNICAÇÕES. Resolução 127/2007. Disponível em: https://goo.gl/WTGzlY. Acesso em: 02 dez. 2019.

MUNGEAM, Frank; CRANDALL, Heather. Commenting on the news: How the degree of anonymity affects flaming online. Unpublished thesis, MA Program in Communication and Leadership Studies, Gonzaga University, 2011. Disponível em: http://web02.gonzaga.edu/comltheses/proquestftp/Mungeam_gonzaga_0736M_10111.pdf. Acesso em: 02 out. 2019.

OFICINA NACIONAL DE ESTADÍSTICA E INFORMACIÓN. Anuario estadístico de Cuba. Capítulo 17: Tecnología de la información y las comunicaciones, 2017. Disponível em: https://goo.gl/kWXcfJ. Acesso em: 13 out. 2019.

READER, Bill. Free Press vs. Free speech? The Rhetoric of ''civility'' in regard to Anonymous Online Comments. Journalism & Mass Communication Quarterly, v. 8, n. 3, p. 495-513, 2012. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/1077699012447923. Acesso em: 02 dez. 2019.

SAMPAIO, Rafael. C.; BARROS, Samuel, A. R. Can news sites stimulate online deliberation? A study of readers’ comments posted on folha.com. Brazilian Journalism Research, v. 8, n. 2, p.188-205, 2012. Disponível em:

https://bjr.sbpjor.org.br/bjr/article/view/474. Acesso em: 15 dez. 2019.

VAN DIJCK, José. The culture of connectivity: A critical history of social media. Oxford: University Press, 2013.

WELTEVREDE, Esther; BORRA, Erik. Platform affordances and data practices: The value of dispute on Wikipedia. Big Data & Society, v. 3, n. 1, 2016. Disponível em:

https://journals.sagepub.com/doi/full/10.1177/2053951716653418. Acesso em: 02 dez. 2019.

WITSCHGE, Tamara. Examining online public discourse in context: a mixed method approach. Javnost-the public, v. 15, n. 2, p.75-92, 2008. Disponível em:

https://www.rug.nl/research/portal/publications/examining-online-public-discourse-in-context(37e37a38-2491-427a-86d2-5c306f2a0754).html. Acesso em: 10 dez. 2019.

WRIGHT, Scott. The role of the moderator: Problems and possibilities for government-run online discussion forums. In: DAVIES, Todd; GANGADHARAN, Seeta Peña. Online deliberation: Design, research, and practice. Califórnia: CSLI Publications, 2009. p. 233-242.

WRIGHT, Scott; STREET, John. Democracy, deliberation and design: the case of online discussion forums. New Media & Society, v. 9, n. 5, p. 849-869, 2007.

Publicado

2020-09-18

Como Citar

Ramírez Hernández, E. B., & Salgueiro Marques, A. C. (2020). O anonimato online como ponte entre experiências cotidianas e presença digital na performance identitária. Tríade: Revista De Comunicação, Cultura E Mídia, 8(18), 49-74. https://doi.org/10.22484/2318-5694.2020v8n18p49-74