Muito além das imagens e Reengenharia da Cultura nos games, jornalismo operativo e sistemas enativos em práticas colaborativas transdisciplinares de Arte e TecnoCiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2020v8n19p81-112

Resumo

A imagem, na revolução antropológica, vinda do ciberespaço misturado à vida, afasta-se  da categoria de artefato para configurar eventos comunicacionais biocíbridos. As experiências do cotidiano se expandem para fora das fronteiras da tela, trazendo a ciência da interface mesclada aos cenários da Reengenharia da Cultura. Consideramos jogos, jornalismo operativo, sistemas enativos afetivos e redes sociais na Arte e Tecnociência, relacionados também à saúde e ao bem-estar. A partir da proposta ampliada de Benjamin, em relação ao "autor como produtor digital", nas trocas dos ambientes digitais, propomos feedbacks  complexos, respostas autônomas, dispositivos sensoriais e a influência mútua dos corpos, ambiente e dados, trazendo a cognição incorporada em episódios e ocorrências misturadas à vida. As abordagens transdisciplinares enfrentam os desafios da vida do planeta, para além da imagem, configurando experiências estéticas e relações com sistemas enativos em graus de ubiquidade, mobilidade, liberdade e locatividade. Estamos discutindo os desafios da comunicação em um mundo tecnologicamente dependente, por meio de ontologias criativas pós-biológicas, em estudos de caso de  nossas pesquisas. Os principais focos de análise são os limites borrados da vida e do ciberespaço numa “realidade reengenheirada”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diana Domingues, Universidade de Brasília / Universidade de Campinas

Fundadora e Diretora do LART - Laboratório de Pesquisa em Arte e TecnoCiência. Pesquisadora com Bolsa Produtividade CNPq, PQ 1A Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação - Pesquisadora Colaboradora da Universidade de Brasília - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Biomédica, FGA e do Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias em Saúde, Faculdade de Ceilândia (FCE), Pesquisadora Colaboradora da UNICAMP, Instituto de Computação - Grupo de Pesquisa Sistemas SocioEnativos Unicamp/Fapesp [grant#2015/165280 São Paulo Research Foundation (FAPESP)]. Autora de dezenas de livros, antologias e mais de 150  ensaios  Periódicos e Revistas em Arte, Ciência e Tecnologia, curadora de eventos, conferencista convidada, artista com cerca de 50 exposições individuais e 180 coletivas, consultora editorial e de comitês e sociedades mundialmente indexadas.

Dulcinéia Novaes, Universidade Tuiuti do Paraná

Graduada em Comunicação Social pela Universidade Estadual de Londrina, Jornalista com experiência em jornalismo impresso e televisão, repórter da RPC, afiliada da Rede Globo no Paraná, Pós-Graduada em Marketing, pela Fae Business School (Faculdade de Administração e Economia), Mestre em Comunicação de Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná, professora em cursos de graduação e pós-graduação na área de comunicação, Universidade Tuiuti do Paraná, Fae Business School (Faculdade de Administração e Economia), FAG, Fundação Assis Gurgacz, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Unibrasil,  Isae  Brasil - FGV. (Instituto Superior de Administração e Economia).

Liliam Beatriz Maschio, Universidade de Caxias do Sul

Mestre em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná (2007). Integrou o grupo de pesquisa ARTECNO “Novas Tecnologias nas Artes Visuais” (Universidade de Caxias do Sul/CNPQ). Atuou como coordenadora na produção de audiovisuais no Centro de Teledifusão Educativa da UCS /CETEL. Professora da rede municipal de ensino de Caxias do Sul.

Referências

ANDERS, Peter. Ciberespaço, como espaço antrópico. In: DOMINGUES, Diana. Arte e vida no século XXI: Tecnologia, ciência e criatividade. São Paulo. UNESP, 2003.

BENJAMIN, Walter. O autor como produtor. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. 5. ed. Obras escolhidas v. 1. São Paulo: Brasiliense, 1995. p. 120-136.

BERTHOZ, Alain. The Brain’s Sense of Movement. Cambridge: Harvard University Press, 2002.

BOWER, Joseph L.; CHRISTENSEN, Clayton M. Disruptive technologies. Harvard Business Review, Cambridge, v. 73, n. 2, p. 166, 1995.

COUCHOT, Edmond; BRET, Michel; TRAMUS, Marie Hélène. A segunda interatividade. In: DOMINGUES, Diana (Org.). Arte e Vida no Século XXI: Tecnologia, Ciência e Criatividade. São Paulo: Ed. UNESP, 2003.

DAMÁSIO, Antonio. The feeling of what happens: Body and Emotion in the Making of Consciousness. Orlando: Harcourt, 1999.

DÉBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1998.

DENNET, Daniel. Las Ruedas de conocimento: el problema estructural de la IA. In: BODEN, Margaret (Org.). Filosofia de la Inteligencia artificial. México: Fondo de Cultura Económica, 1994.

DIEBNER, Hans; HINTERWALDNER, Inge. Ciencia Performativa y Hermenéutica operacional. 30 set. 2003. Disponível em: http://diebner.de/texts/OpHermEs.pdf. Acesso em: 15 fev. 2007.

DOMINGUES, Diana. Arte, Ciência e Tecnologia: Passado, presente e desafios. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

DOMINGUES, Diana. Arte no Século XXI: A Humanização das Tecnologias. São Paulo: UNESP, 1995.

DOMINGUES, Diana. Ciberadão e a magia das cibercoisas pervasivas e sencientes na Ciberarte. In: AMARAL, Leila; GEIGER, Amir (Org.). Arte, religião, espiritualidade. São Paulo: Attar, 2007b.

DOMINGUES, Diana. Criação e Interatividade na Ciberarte. São Paulo: Experimento, 2002.

DOMINGUES, Diana. Softwares Sociais: o autor como produtor de ciberativismo cultural. In: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO, 15., 2007, Curitiba, PR. Anais [...]. Curitiba, PR: Universidade Tuiuti do Paraná, 2007a. Disponível em: http://www.compos.org.br/data/biblioteca_169.pdf.

DOMINGUES, Diana. Urbano cíbrido: átimos calmos em comunicação ubíqua e móvel por conexões transparentes. In: SIMPÓSIO NACIONAL DA ABCIBER, 2., 2008, São Paulo, SP. Anais [...]. São Paulo, SP: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2008. Disponível em: http://www.cencib.org/simposioabciber/anais/mesas/resumos/?autor=Diana_Domingues.

DOMINGUES, Diana [et al.]. Mobility and freedom: Affective cane for expanded sensorium and embodied cognition. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON VIRTUAL SYSTEM & MULTIMEDIA, 23., Dublin, Ireland. Anais [...]. Dublin, Ireland: Institute of Electrical and Electronic Engineers, out. 2017. Disponível em: https://ieeexplore.ieee.org/document/8346248.

DOMINGUES, Diana. LUCENA, Tiago Franklin Rodrigues. Reingeniería de la vida urbana. 2016. Disponível em: http://neomedialab.net/reingenieria-de-la-vida-urbana-parte-1/. Acesso em: 11 jul. 2016.

DOMINGUES, Diana; MASCHIO, Liliam; REATEGUI, Eliseo. Conceitos Fundamentais para a Comunicação em Ambientes de Game. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 29., 2006, Brasília, DF. Anais [...]. Brasília, DF: Universidade de Brasília, 2006.

DOMINGUES, Diana; REATEGUI, Eliseo Berni. Living Tattoos Social Platform. In: CHI ART, SCIENCE, BALANCE, 2008, Florença. Anais [...]. Urban Mixed Realities.

GIBSON, James J. The Ecological Approach to Visual Perception. Of Experimental Psychology Human Perception and. 1 ed. V. 39. Hove: Psychology Press, 1986.

HEIDEGGER, Martin. Problemas fundamentais da fenomenologia. São Paulo: Editora Vozes, 2012.

JOHNSON, Stephen. Surpreendente!: A televisão e o videogame nos tornam mais inteligentes. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

KAIPANEN, Mauri [et al.]. Enactive Systems and Enactive Media: Embodied Human-Machine Coupling beyond Interfaces. Leonardo, v. 44, n. 5, p. 433-438, 2011.

KERCKHOVE, Derrick. A pele da cultura: uma investigação sobre a nova realidade electrónica. Lisboa: Relógio D’Água, 1997a.

KERCKHOVE, Derrick. Connected Intelligence: The Arrival of the Web Society. Toronto: Somerville House Books, 1997b.

KRUEGER, Ted; DOMINGUES, Diana; POISSANT, Louise. Creative technologies and innovation: health and well-being. Digital Creativity, v. 27, n. 4, p. 267–270, 23 out. 2016.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

LUCENA, Tiago Franklin Rodrigues. Arte_Comunicação_Móvel: Criatividade e Arte no uso do smartphone. 1. ed. Curitiba: Appris, 2017.

LUCENA, Tiago Franklin Rodrigues. Sistemas Enativos Afetivos em Arte e TecnoCiência: experiências vitais dos deslocamentos na cidade. 2013. 255 f. Tese (Doutorado em Artes) – Programa de Pós-Graduação em Arte, Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

LUCENA, Tiago Franklin Rodrigues [et al.]. Walking and health: an enactive affective system. Digital Creativity, v. 27, n. 4, p. 314–333, 20 out. 2016.

MATURANA, Humberto; VARELA, Francisco. The Tree of Knowledge: The Biological Roots of Human Understanding. Boston: Shambhala Publications, 1987.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2006.

MURRAY, Janet. Hamlet no Holodeck: o futuro da narrativa no ciberespaço. São Paulo: Itaú Cultural; UNESP, 2003.

NOÉ, Alva. Action in Perception. Cambridge: MIT Press, 2002.

NOVAES, Dulcinéia. Perfil do Jornalista na cibercultura: Desafios do Webjornalismo. 2007. 239 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Linguagens) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens, Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, 2007.

PEARCE, Célia. L’ émergence de la co-éditique, prochaine révolution numérique. In: FISCHER, Hervé (Org.). Les défis du cybermonde. Quebec: Presses de L ́Université Laval, 2003.

POISSANT, Louise; DIEBENER, Ernestine (Org.). Art et Biotechnologies. Montréal: Presses de L’Un. du Québec, 2012.

RESENDE, Fernando. O jornalismo e a enunciação: perspectivas para um narrador-jornalista. In: LEMOS, André; BERGER, Christa; BARBOSA, Marialva. Narrativas Midiáticas Contemporâneas. Livro da XIV Compós. Porto Alegre: Sulina, 2006.

RHEINGOLD, Howard. Smart Mobs: The Next Social Revolution. New York: Basic Books, 2003.

ROSSLLER, Otto E. Endophysics: The World as an Interface, World. Singapura: Scientific Publisher Company, 1998.

SALAVERRÍA, Ramón. Redacción periodística en Internet. España: Ediciones Universidad de Navarra, 2005.

SANTAELLA, Lúcia. Navegar no ciberespaço: o perfil cognitivo do leitor imersivo. São Paulo: Paulus, 2004.

SPINOZA, Benedictus de. Ethics. New York: Penguin Books, 1994.

STERN, Eddo. Une touché moyenâgeuse: le néomediévisme, la magie et la technologie iiformatique. In: FISCHER, Hervé. Les défis du cybermonde. Quebec: Presses de L ́Université Laval, 2003. p. 153-158.

TURKLE, Sherry. A Vida no Ecrã – a identidade na era da internet. Lisboa: Relógio D’água, 1997.

VARELA, Francisco J.; THOMPSON, Evan; ROSCH, Eleanor. The Embodied Mind: cognitive science and human experience. Cambrigde: MIT Press, 1991.

WERTHEIM, Margaret. Uma História do Espaço de Dante à Internet. Rio de Janeiro: Zahar Editora, 2001.

WILSON, Stephen. Art+Science Now. London: Thames & Hudson, 2010.

ZANCHETA, Juvenal. Imprensa escrita e telejornal. São Paulo: UNESP, 2004.

Publicado

2020-12-29

Como Citar

Domingues, D., Novaes, D., & Maschio, L. B. (2020). Muito além das imagens e Reengenharia da Cultura nos games, jornalismo operativo e sistemas enativos em práticas colaborativas transdisciplinares de Arte e TecnoCiência. Tríade: Revista De Comunicação, Cultura E Mídia, 8(19), 81-112. https://doi.org/10.22484/2318-5694.2020v8n19p81-112