No centro de outra história

a Estética do Frio n’A linha fria do horizonte

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2021v9n21p45-70

Resumo

Este trabalho tem o objetivo de realizar uma descrição sobre como se dão as relações discursivas nos modos de produção e apreensão estética da música popular brasileira apresentadas no documentário “A linha fria do horizonte” de Luciano Coelho. Apresentaremos que a narrativa do documentário mostra a importância da conferência A Estética do Frio (RAMIL, 2004) para o engajamento entre artistas argentinos, brasileiros e uruguaios. Diante disso, podemos considerar que o documentário se mostra como uma continuidade da conferência, colocando Vitor Ramil e a Estética do Frio no “centro de uma outra história”, uma vez que os relatos apontam sempre para as canções populares e para as milongas do artista. Por fim, contemplamos em nosso trabalho a apresentação de elementos da Estética do Frio durante a narrativa do documentário. Para tanto, vamos nos deter às inserções musicais de Ramil e sua interação com as imagens propostas, que ora materializam conceitos da Estética do Frio ora apresentam imagens e o imaginário presentes em suas canções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Profa. Dra. Carolina Mandaji, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Doutora e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Graduada em Comunicação Social - Habilitação Jornalismo - pela Universidade Federal do Maranhão. Cursou Cinema no Centro Europeu em 2018. Professora Associada do Curso de Comunicação Organizacional do Departamento de Linguagem e Comunicação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Desenvolve projetos em Sociossemiótica e Audiovisual no Grupo de Pesquisa LAPPIS (Laboratório de Pesquisa e Produção em Imagem e Som).

Prof. Dr. Gustavo Nishida, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Doutor em Letras pela Universidade Federal do Paraná, atua como docente do Departamento Acadêmico de Linguagem e Comunicação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, campus Curitiba. Leciona nos cursos de Licenciatura em Letras Português e de Bacharelado em Comunicação Organizacional.

Referências

A LINHA fria do horizonte. Direção de Luciano Correia. Linha Fria Filmes, 2014. 1 DVD (98 minutos).

ARAÚJO, V. B. Relativizando as identidades: Vitor Ramil e a Estética do Frio. Anu.Lit., Florianópolis, v. 22, n. 2, p. 136-149, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/2175-7917.2017v22n2p136/35542. Acesso em: 14 mar. 2021.

AUMONT, J. [et al.]. A estética do filme. Campinas: Papirus, 2012.

BARROS, D. P. Algumas reflexões semióticas sobre a enunciação. In: DI FANTI, M. G.; BARBISAN, L. B. (Org.). Enunciação e Discurso. São Paulo: Contexto, 2012. p. 25-49.

BORGES NETO, J. Ensaios de filosofia da linguística. São Paulo: Parábola, 2004.

FISCHER, L. A. Nesta rua passa o universo. In: RAMIL, Vitor. Vitor Ramil –

Songbook. Caxias do Sul: Belas-Letras, 2013.

GREIMAS, A. J. Da imperfeição. São Paulo: Hacker Editores, 2002.

GREIMAS, A. J.; COURTÉS, J. Dicionário de Semiótica. São Paulo: Contexto, 2008.

LANDOWSKI, E. A sociedade refletida: ensaios de sociossemiótica. São Paulo: EDUC/Pontes, 1992.

LANDOWSKI, E. Interações Arriscadas. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2014.

LANDOWSKI, E. O livro de que se fala. In: GREIMAS, A. J. Da imperfeição. São Paulo: Hacker Editores, 2002. p. 125-150.

LISBÔA FILHO, F. F.; POZZA, D. F. D.; MACHIAVELLI, M. Música além fronteira: identidade representada no documentário “A Linha Fria do Horizonte”. In: ENCONTRO MISSIONEIRO DE ESTUDOS INTERDISCIPLINARES EM CULTURA EMICULT, 1., 2015, São Borja/RS. Anais [...]. São Borja/RS: Universidade Federal do Pampa, 2015. Disponível em: http://omicult.org/emicult/anais/wp-content/uploads/2015/04/M%C3%BAsica-al%C3%A9m-fronteira-identidade-representada-no-document%C3%A1rio-A-Linha-Fria-do-Horizonte.pdf. Acesso em: 23 out. 2020.

LOPES NETO, J. S. Contos gauchescos. Porto Alegre: Novo século, 2000.

NISHIDA, G. Imagem e imaginário na Estética do Frio: reflexões iniciais sobre duas gravações da milonga Deixando o pago. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA COMUNICAÇÃO, 40., Curitiba, PR. Anais [...]. Curitiba, PR: Universidade Positivo, 2017. Disponível em: https://portalintercom.org.br/anais/nacional2017/resumos/R12-2063-1.pdf.

OLIVEIRA, G. R. Estética do frio, uma ontologia visual: ensaio-viagem sobre o ser gaúcho. 2019. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/202052. Acesso em: 14 mar. 2021.

RAMIL, V. A estética do frio: conferência de Genebra. Porto Alegre: Satolep, 2004.

RAMIL, V. Délibáb. [Porto Alegre]: Satolep Music, 2010. 1 CD.

RAMIL, V. Foi no mês que vem. [Porto Alegre]: Satolep Music, 2015. 1 CD.

RAMIL, V. Ramilonga - A estética do frio. [Porto Alegre]: Satolep Music, 1997. 1 CD.

RAMIL, V. Vitor Ramil - Songbook. Caxias do Sul: Belas-Letras, 2013.

TATIT, L. Estimar canções: estimativas íntimas na formação do sentido. São Paulo: Ateliê, 2016.

TATIT, L. O cancionista: composição de canções no Brasil. São Paulo, Edusp, 1996.

TUAN, Y. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. Londrina: Eduel, 2013.

Downloads

Publicado

2021-08-24

Como Citar

Fernandes da Silva Mandaji, C., & Nishida, G. (2021). No centro de outra história: a Estética do Frio n’A linha fria do horizonte. Tríade: Comunicação, Cultura E Mídia, 9(21), 45–70. https://doi.org/10.22484/2318-5694.2021v9n21p45-70

Edição

Seção

ARTIGOS - Outras Perspectivas