A AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO EM IES: ESTUDO DE CASO DAS FACULDADES SENAC/SC

Autores

  • Elita Grosch Maba
  • Sidnei Vieira Marinho

Resumo

O presente artigo pretende demonstrar em seu contexto a relação existente entre o sistema de autoavaliação institucional e o processo de tomada de decisão, especificamente nas Faculdades de Tecnologia pertencentes à Administração Regional do SENAC-SC. Utilizando uma amostra intencional deste universo, o estudo, realizado em 2010, é caracterizado como descritivo-exploratório, do tipo quali-quantitativo, mediante a aplicação de uma pesquisa bibliográfico-documental, configurada como um estudo multicaso. Nas seis unidades investigadas, foram entrevistados: o diretor da unidade e os coordenadores de áreas (Núcleo Relações com o Mercado, Núcleo Administrativo Financeiro e Núcleos Educacional Básico e do Ensino Superior), aplicando-se um questionário estruturado com questões abertas e fechadas, permitindo a avaliação de aspectos objetivos e quantificáveis e subjetivo-discursivos. Os resultados apontam para a autoavaliação institucional como facilitadora do processo decisório, provendo informações que permitem avaliar determinada situação. Adicionalmente, identificam os pontos fortes e fracos da IES e que melhoram a qualidade das decisões estratégicas, o que confirma a existência da relação pressuposta acima, bem como a importância do processo de autoavaliação institucional. Mostram, ainda, a necessidade de revisão da estrutura, visando aprimorar a apropriação dos dados levantados pela autoavaliação e aplicados como suporte no processo de tomada de decisão das instituições do universo analisado.  Por fim, a hipótese de pesquisa, em base a esses resultados, acabou sendo validada, ratificando tal relação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MABA, Elita Grosch; MARINHO, Sidnei Vieira. A AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO EM IES: ESTUDO DE CASO DAS FACULDADES SENAC/SC. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 17, n. 2, 2012. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/764. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos