Esta é uma versão desatualizada publicada em 2022-02-08. Leia a versão mais recente.

Gênese de Gênesis em O Sal da Terra

tempo e eternidade como matrizes para a ação ambiental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2021v9n22p103-124

Resumo

Este artigo foca no como o documentário O Sal da Terra (WENDERS; SALGADO, 2014) apresenta o projeto Gênesis, do fotógrafo Sebastião Salgado, observando essa inserção a partir das questões que envolvem tempo e eternidade (AGOSTINHO, 2017; ELIAS, 1984; RICOEUR, 1994). O objetivo com tal recorte é problematizar a relação estabelecida entre o movimento de recuperação ambiental apresentado na obra, e o discurso do fotógrafo, atravessado por impasses que tensionaram o sentido da sua vida e profissão. Com esta narrativa, o filme realoca a relação homem-natureza, projetando um vínculo mediado, também, pelas inquirições que envolvem as narrativas sobre e com o tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGOSTINHO, Santo. Confissões. São Paulo: Penguin Clássicos Companhia das Letras, 2017.

AGOSTINHO, Santo. Confissões. Petrópolis: Paulus, 1997.

AUMONT, Jacques; MARIE, Michel. A Análise do Filme. 2 ed. Lisboa: Edições Texto & Grafia, 2004.

BENJAMIN, Walter. Passagens. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

CHARLES Darwin. Wikipédia: a enciclopédia livre. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Charles_Darwin. Acesso em: 26 fev. 2021.

CRARY, Jonathan. 24/7 – Capitalismo Tardio e os Fins do Sono. São Paulo: Ubu Editora, 2016.

ELIAS, Nobert. Sobre o tempo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1984.

HARTOG, Francois. Regimes de historicidade: presentismo e experiências do tempo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Cia das Letras, 2019.

RICOUER, Paul. Tempo e narrativa (tomo 1). Campinas: Papirus, 1994.

WENDERS, Wim; SALGADO, Juliano Ribeiro. O Sal da Terra. Produção Brasil, França e Itália. 110min, 2014.

Downloads

Publicado

2022-02-08

Versões

Como Citar

TAVARES, D. .; OLAZ, F. de O. M. . Gênese de Gênesis em O Sal da Terra: tempo e eternidade como matrizes para a ação ambiental. Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, Sorocaba, SP, v. 9, n. 22, p. 103–124, 2022. DOI: 10.22484/2318-5694.2021v9n22p103-124. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/4904. Acesso em: 6 out. 2022.