Tecnologias, cotidianos escolares e a educação crítica para as mídias

reflexões sobre as pseudonovidades da modernidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2022v10id5061

Palavras-chave:

educação crítica para as mídias, cotidiano escolar, prática docente, tecnologia, reflexão crítica

Resumo

O artigo busca discutir o cotidiano escolar à luz do pensamento de Agnes Heller e Karel Kosik. Nossa proposta é fomentar os debates para uma reflexão crítica quanto à utilização das mídias digitais nas escolas a partir da Educação Crítica para as Mídias. Dessa forma, a estrutura do capítulo se orienta por apresentar a compreensão comumente empregada de que as tecnologias transformariam os cotidianos como uma inserção dos setores empresariais pautada pela manutenção do status quo. Buscando discutir a importância da interface entre a Comunicação e a Educação, sinalizamos o campo fértil para serem desenvolvidas pesquisas que rompam com o senso comum de modo a produzir uma educação que promova intervenções sociais e compreenda a lógica e a cultura da mídia retomando o cotidiano, em especial o escolar, como um espaço de reflexão dos professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

APARICI, R. Introdução: a educomunicação para além do 2.0. In: APARICI, Roberto. Educomunicação para além do 2.0. São Paulo: Paulinas, 2014. p. 29-44.

ASSIS, L. M. B. Mídias digitais, práticas docentes e cotidianos escolares: discussão do paradigma da escola do século XXI a partir da Educação Crítica para as Mídias. Orientador: Alexandre Farbiarz. 2019. Dissertação (Mestrado em Mídia e Cotidiano) – Instituto de Arte e Comunicação Social, Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, 2019.

ASSIS, L. M. B.; FARBIARZ, A. Observações cotidianas de um professor entre a Comunicação e a Educação: reflexões epistemológicas. In: Seminário Internacional As Redes Educativas e as Tecnologias: Educação e Democracia – aprender ensinar para um mundo plural e igualitário, 9, Rio de Janeiro, 2017, Anais [...], Rio de Janeiro, 2017. p.1-14.

ASSIS, L. M. B.; FARBIARZ, A. Conectar ou desconectar: debates sobre a reflexão a partir da Educação para os meios. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 23, n. 2, p. 21-33, ago./dez., 2018a. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v23i2p21-33

ASSIS, L. M. B.; FARBIARZ, A. A Educação Crítica para as Mídias: uma proposta síntese para a área de interface. Esferas, v. 8, n. 13, 2018b, p. 1-12.

ASSIS, L. M. B.; FARBIARZ, A. Práticas docentes e cotidianos escolares: análise sobre os usos e não usos das mídias digitais. Interfaces da Educação, Parnaíba, v. 11, n. 32, maio/ago., 2020. p. 688-710. DOI: https://doi.org/10.26514/inter.v11i32.4444

BANNELL, R. I. et al. Educação no século XXI: cognição, tecnologias e aprendizagens. Petrópolis, RJ: Vozes: Editora PUC, 2016.

BARZOTTO, V. H.; GHILARDI, M. I. (org.). Mídia, educação e leitura. São Paulo: Anhembi Morumbi/Associação Leitura do Brasil, 1999.

BAUMAN, Z. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadorias. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

BRANDÃO, C. R. Educação popular. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. Brasília: MEC/SEB/DICEI, 2013.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais (Ensino Fundamental). Brasília: MEC/SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf. Acesso em: 23 mar. 2018.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB/CNE, 2018.

CANDAU, V. M. Magistério: construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

COSCARELLI, C. V. Apresentação: abrindo a conversa. In: COSCARELLI, C. V. Tecnologias para aprender. São Paulo: Parábola Editorial, 2016. p. 11-14.

CRUZ, J. A. S.; BIZELLI, J. L. Inovação e ensino: educação, tecnologias e mediação pedagógica. In: NAGAMINI, E. Série Comunicação e Educação: práticas educativas e interatividade em comunicação e educação. Ilhéus, BA: Editus, v. 3, 2016. p. 337-352.

DIVARDIN, D. O audiovisual na educação brasileira: do cinema educativo às mídias digitais. In: NAGAMINI, E. Série Comunicação e Educação: processos educativos na interface Comunicação e Educação. Ilhéus, BA: Editus, v. 2, 2016. p. 211-225.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. São Paulo: Paz e Terra, 2015a.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2015b.

FREIRE, P.; GUIMARÃES, Sérgio. Educar com a mídia: novos diálogos sobre educação. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

HELLER, A. O cotidiano e a história. São Paulo: Paz e Terra, 2016.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) 2019. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/index.php. Acesso em: 23 ago. 2022.

KALANTZIS, M.; COPE, B.; PINHEIRO, P. Letramentos. São Paulo: EdUnicamp, 2020.

KAPLUN, M. Processos educativos e canais de comunicação. In: CITELLI, A. O.; COSTA, M. C. C. Educomunicação: construindo uma nova área de conhecimento. São Paulo: Paulinas, 2011. p. 175-188.

KAPLUN, M. Uma pedagogia da comunicação. In: APARICI, R. Educomunicação para além do 2.0. São Paulo: Paulinas, 2014. p. 59-80.

KELLNER, D. A cultura da mídia: estudos culturais: identidade e política entre o moderno e pós-moderno. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

KOSIK, K. Dialética do concreto. São Paulo: Paz e Terra, 1976.

LEFEBVRE, H. A vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ática, 1991.

MARTINS, E. M. Todos pela educação? Como os empresários estão determinando a política educacional brasileira. Rio de Janeiro: Lamparina, 2016.

MARTINS, J. D. S. A sociabilidade do homem simples: cotidiano e história na modernidade anômala. São Paulo: Contexto, 2010.

MORAES, D. Imaginário social, hegemonia cultural e comunicação. In: MORAES, D. A batalha da mídia: governos progressistas e políticas de comunicação na América Latina e outros ensaios. Rio de Janeiro: Pão e Rosas, 2009. p. 29-56.

MORAES, D. Gramsci e as mutações do visível: comunicação e hegemonia no tempo presente. In: MORAES, D. Mutações do visível: da comunicação de massa à comunicação em rede. Rio de Janeiro: Pão e Rosas, 2010. p. 77-112.

NIC.BR/CETIC.BR. Pesquisa sobre o uso da Internet por crianças e adolescentes no Brasil - TIC Kids Online Brasil 2020. São Paulo: CETIC, 2020. Disponível em: https://cetic.br/pt/publicacao/pesquisa-sobre-o-uso-da-internet-por-criancas-e-adolescentes-no-brasil-tic-kids-online-brasil-2019/. Acesso em: 23 ago. 2022.

PINTO, U. A. O papel e os desafios da educação básica no Brasil. In: PIMENTA, S. G.; PINTO, U. A. (org.). O papel da escola pública no Brasil contemporâneo. São Paulo: Loyola, 2013. p. 15-50.

ROPPEL, S. M.; MENDES, A. A. P. A mediação digital mediada por dispositivos móveis digitais na formação de professores. In: MENDES, A. A. P.; MACHADO, D. P.; MOCELIN, M. R. Cotidiano escolar: tecnologias educacionais, formação de professores e trabalho docente. Curitiba: Appris, 2017. p. 25-34.

SAVIANI, D. Vicissitudes e perspectivas do direito à educação no Brasil: abordagem histórica e situação atual. Educação e Sociedade, Campinas, v. 34, jun./set. p. 743-760, 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302013000300006&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 3 abr. 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302013000300006

SAVIANI, D. Da LDB (1996) ao novo PNE (2014-2024): por uma outra política educacional. 5. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2016.

SETTON, M. G. Mídia e educação. São Paulo: Contexto, 2015.

SODRÉ, M. Antropológica do espelho: uma teoria da comunicação linear e em rede. Rio de Janeiro: Vozes, 2012.

STYRON, W. C. A escolha de Sofia. São Paulo: Geração Editorial, 2010.

WILLIAMS, R. A tecnologia e a sociedade. In: WILLIAMS, R. Televisão: tecnologia e forma cultural. São Paulo/Belo Horizonte: Boitempo/PUC Minas, 2016. p. 23-42.

ZACHARIAS, V. R. D. C. Letramento digital: desafios e possibilidades para o ensino. In: COSCARELLI, C. V. Tecnologias para aprender. São Paulo: Parábola Editorial, 2016. p. 15-30.

Downloads

Publicado

29-12-2022

Como Citar

ASSIS, L.; FARBIARZ, A. Tecnologias, cotidianos escolares e a educação crítica para as mídias: reflexões sobre as pseudonovidades da modernidade. Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, Sorocaba, SP, v. 10, n. 23, p. e022020, 2022. DOI: 10.22484/2318-5694.2022v10id5061. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/5061. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS - OUTRAS PERSPECTIVAS