Fotojornalismo e contemplação

imagens absortivas nos projetos de longo prazo do World Press Photo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2023v11id5145

Palavras-chave:

absorção, temporalidade, testemunho fotográfico, World Press Photo

Resumo

Neste artigo, buscamos discutir o regime absortivo presente no fotojornalismo institucional publicado na categoria projetos de longo prazo do World Press Photo. Em um cenário de saturação de imagens, esse tipo de representação absortiva recruta a atenção do observador, gerando consequências nos hábitos de leitura e no engajamento com as imagens jornalísticas. Tal deslocamento do aspecto extraordinário do evento convida à reflexão sobre como o relacionamento com o fotojornalismo pode abarcar outras abordagens referentes à temporalidade e à visibilidade do acontecimento. A discussão será conduzida a partir de questões sobre a dimensão temporal e referencial de tais imagens, a partir do espelhamento desse problema no trabalho fotográfico de Markus Jokela, premiado em 2017 pelo World Press Photo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Benia, Universidade Federal Fluminense - UFF

Doutoranda em Comunicação na Universidade Federal Fluminense - UFF (Brasil).

Greice Schneider, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Professora do Departamento de Comunicação da Universidade Federal de Sergipe, Doutorado em Artes, Mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas. 

Downloads

Publicado

17-05-2023

Como Citar

BENIA, Renata; SCHNEIDER, Greice. Fotojornalismo e contemplação: imagens absortivas nos projetos de longo prazo do World Press Photo. Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, Sorocaba, SP, v. 11, n. 24, p. e023003, 2023. DOI: 10.22484/2318-5694.2023v11id5145. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/5145. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS